Por quanto tempo amamentar o bebê

Escrito por kristie karns | Traduzido por marina villar

Outras pessoas estão lendo

Por quanto tempo amamentar o bebê

Em alguns países a amamentação dura até três anos

Comstock/Comstock/Getty Images

Amamentando depois da primeira infância

Há grande valor nutricional em continuar a amamentar uma criança levemente mais velha depois que ela passou da primeira infância. Não só a relação de mãe e filho causa uma grande ligação mas também acalma tanto a mãe quanto o filho, reduzindo drasticamente o nível de estresse em ambos. Nos Estados Unidos não é tão comum continuar a amamentar além dos 10 meses de vida, mas em outros países não é incomum para uma mãe amamentar seu filho por dois anos ou mais.

Desmame natural do leite materno

Basicamente depende da família decidir quanto tempo a amamentação deve continuar. A criança eventualmente desmama conforme cresce, a mãe fica sem leite, ou o pai tem alguma opinião sobre o assunto, então todos juntos devem trabalhar para criar uma boa experiência de como uma amamentação deve ser. Muitas mães começam a desmamar apressadamente assim que os dentes dos bebês começar a nascer. Para a maioria, no entanto, o medo de ser mordida deve ficar em segundo plano com relação ao fato de que para uma criança crescer saudável, com dentição forte, deve ingerir cálcio que pode ser obtido da melhor fonte possível, sua mãe.

Amamentar por dois ou três anos

Nas Filipinas, por exemplo, uma mãe frequentemente irá amamentar seu filho por no mínimo dois anos, e às vezes até três anos. Isso parece ser comum em famílias asiáticas. Isso pode resultar com a mãe amamentando duas crianças ao mesmo tempo, mas frequentemente essa é uma forma de controle de natalidade preferida dos pais. Obviamente, a lactação não faz com que a mulher evite engravidar novamente, mas pode desacelerar a ovulação, assim desacelerando o índice de nascimentos.

Uma infância mais longa se iguala ao longo período de amamentação

Os seres humanos têm a infância mais longa do que qualquer outra criatura na terra, então é natural que requeiram um período mais longo de amamentação. A maioria dos médicos recomendará que a família decida baseada em seu nível de conforto, mas também recomendará que sejam introduzidas lentamente aos alimentos sólidos conforme vão crescendo. Isso eventualmente sobrepõe o desejo da criança pelo leite materno e ele naturalmente desmamará. Os pais precisam perguntar ao pediatra quando é a melhor hora de começar com os alimentos sólidos, e com que frequência os novos tipos de alimentos devem ser introduzidos. As crianças que mamam por mais tempo parecem ter menos alergias à alimentos e outras alergias que algumas crianças que não tiveram esse benefício de uma amamentação estendida.

Voltando à forma antecipadamente

É de conhecimento geral que uma mãe que amamenta volta à forma de antes da gravidez muito mais rápido do que uma mulher que não amamenta seu filho. O útero tende a encolher ao tamanho original mais rápido, assim fazendo com que a mãe fique mais parecida com a forma de antes da gravidez. Quase frequentemente notaremos que uma mulher parece voltar à forma anterior após o parto e outras mulheres lutam por anos para conseguir a mesma coisa. Além disso, a afeição natural entre mãe e filho parece aumentar quando o período de amamentação é mais extenso.

Não deixe de ver

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media