Barreiras organizacionais à comunicação

Escrito por eryn travis | Traduzido por ricardo guardati
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Barreiras organizacionais à comunicação
A comunicação nem sempre é fácil mas é crucial para o sucesso de uma organização. (business colleagues preparing for business meeting image by Vladimir Melnik from Fotolia.com)

O sucesso ou fracasso de uma organização muitas vezes depende de sua capacidade de se comunicar com seus membros, de acordo com o Departamento de Comunicação da California State University. Novas tecnologias, somadas a públicos culturalmente diversos, têm aumentado a importância da comunicação organizacional, mas também têm tornado o campo mais complexo. Compreender alguns dos obstáculos mais comuns pode melhorar a capacidade de uma organização de se comunicar.

Outras pessoas estão lendo

Estrutura falha

De acordo com Lee Hopkins, que escreveu mais de 130 artigos sobre comunicação empresarial, as pessoas precisam de estrutura para compreender uma mensagem. Muitas comunicações são falhas porque lhes falta boa organização. Estrutura é fundamental, porque sem uma introdução, corpo e final, as pessoas terão dificuldade de entender, recordar e processar a informação. Essas regras se aplicam a qualquer comunicação, que vão desde emails a apresentações públicas, e para públicos de todos os tamanhos.

Barreiras organizacionais à comunicação
Comunicação (Jupiterimages/Goodshoot/Getty Images)

Pressupostos

Dois pressupostos comuns da comunicação podem significar um desastre para o sucesso da comunicação organizacional. Uma delas é presumir que todos os membros da organização têm a mesma base de conhecimentos que o remetente da mensagem. A outra é pensar que a informação vai se espalhar de forma precisa e eficaz depois de apenas um ou dois membros a receberem. A Free Management Library, um guia online de artigos sobre liderança, recomenda que a gestão se comunique com seus membros de forma proativa, pensativa e estratégica. Há recomendações específicas sobre o estabelecimento de reuniões regulares entre funcionários e dirigentes, assim como entre diferentes departamentos. Outras dicas são dar aos funcionários cópias escritas de descrições de cargo, manuais de funcionários e outros materiais importantes da empresa.

Dependência excessiva de tecnologia

Demasiada dependência de novas tecnologias, tais como mensagens de texto, Twitter ou outros sites de mídia social podem fazer com que nem todos os membros da organização recebam a mensagem literalmente. Por exemplo, acesso a um blog não será tão útil para membros que têm de completar uma tarefa sem acesso à Internet. Jim Shaffer, autor de "A Solução de Liderança", recomenda que os responsáveis ​​pela comunicação organizacional revejam seus planos para se assegurar de que estão usando métodos que forneçam informações as quais os clientes e funcionários precisam em vez de confiar em formatos que estão na moda ou são atraentes.

Informação demais

Outro equívoco comum é acreditar que a adição de todos os detalhes a uma comunicação irá torná-la mais convincente quando, de fato, muita informação pode perder a atenção do público. Simplicidade é a chave para a comunicação organizacional efetiva com o público. Não importa o quanto você ama um produto, compreende uma ideia ou tem experiência com uma indústria, mantenha-se em dois ou três pontos principais, em vez de falar ou escrever sobre tudo o que sabe para passar a sua mensagem.

Esquecer da comunicação não verbal

Os responsáveis ​​pela comunicação organizacional devem estar atento a sinais não-verbais que podem melhorar uma mensagem ou desvirtuar ou distorcer totalmente seu significado. Na cultura ocidental, contato visual, postura adequada e roupa apropriada para a situação mostra que o remetente da mensagem está interessado, é respeitoso, sincero e credível, de acordo com mindtools.com.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível