Como fazer biodiesel utilizando óleo de cozinha

Escrito por kyle mcbride | Traduzido por caio nóbrega
Como fazer biodiesel utilizando óleo de cozinha

O biodiesel é um combustível alternativo limpo e viável

Thinkstock Images/Stockbyte/Getty Images

O biodiesel é um combustível alternativo limpo e viável. Se for feito a partir de fontes renováveis ​​e até mesmo óleos usados, ele é ecológico e atóxico. Instalações de combustíveis caseiras, ou reatores, são baratos para construir e operar e estão se tornando mais comuns à medida que os custos dos combustíveis de petróleo continuam a subir. O processo é relativamente seguro, com a exceção de lidar com o metilato de sódio, porém, com as precauções apropriadas de manuseio, é seguro o suficiente para que isso não seja um impedimento para o interessado em fazer o seu próprio combustível.

Outras pessoas estão lendo

Matéria-prima

O óleo é chamado de matéria-prima. Se você estiver utilizando óleo de cozinha usado, você deve filtrar todos os sólidos antes. Os mais utilizados são os óleos de colza, canola, milho, girassol e soja. Você também pode usar o óleo de amendoim, óleo de palma, óleo de coco, sebo e banha de porco, mas estes têm a tendência de se tornar gel a uma temperatura de cerca de 15ºC, o que os torna adequados apenas para os climas mais quentes.

Álcoois

Use etanol ou metanol como seu componente de álcool. O etanol pode ser feito em casa, na forma de aguardente ou gin, mas é muito mais difícil de usar. O metanol tem de ser produzido comercialmente, e é muito mais fácil de usar. O metanol é um veneno e não deve ser ingerido. O álcool deve ser 99% puro.

Soda cáustica

O catalisador de soda cáustica pode ser de hidróxido de potássio (KOH) ou hidróxido de sódio (NaOH). O KOH deve ser pelo menos 85% puro e o NaOH deverá ser de pelo menos 97% puro. A soda cáustica reagirá com estanho, zinco e alumínio, por isso você deve usar vidro, aço inoxidável ou polietileno de alta densidade para misturar o metóxido (metanol e soda cáustica).

Metóxido

O metóxido é o catalisador químico que é adicionado à matéria-prima para começar transesterificação ou formação das cadeias de éster de metilo, que é o biodiesel. Meça 120 ml de metanol para 1 L de matéria-prima. Meça e pese 3,1 g de soda cáustica de sódio por litro de matéria-prima. Misture a soda cáustica e o metanol no recipiente até que a soda cáustica dissolva. A substância resultante é o metóxido de sódio, um produto químico perigoso. Use luvas e óculos de proteção e não inale os vapores. Essa substância pode causar graves queimaduras químicas e provoca a morte instantânea do nervo com o qual entra em contato. Você não irá sentir uma queimadura dessa substância.

Fazendo diesel

A matéria-prima é aquecida e mantida a 55ºC. Adicione o metóxido e misture de 500 a 600 rpm, com o calor, durante 1,5 a 2,5 horas ou até que as amostras colhidas produzam uma glicerina de cor marrom na parte inferior. Desligue o fogo e o misturador e permita que as camadas se acomodem. Deve haver uma camada de glicerina marrom no fundo, biodiesel amarelado no meio e uma fina camada de subproduto no topo. Lave o combustível através da mistura de água e agite suavemente com uma pedra de arejador de aquário durante 24 horas. A água vai reter impurezas e levá-las para o fundo, de onde podem ser drenadas. Permita que o combustível descanse e clareie por cerca de três semanas, e então você terá biodiesel utilizável que pode ser misturado em qualquer proporção com diesel comum ou usado puro.

Não deixe de ver

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2015 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media