Cabelo humano vs. pelo animal

Escrito por michelle miley Google | Traduzido por daniele joi
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Cabelo humano vs. pelo animal
Apesar das semelhanças, pelo animal e cabelo humano são bem diferentes entre si (Wikimedia Commons)

Os cabelos humanos e os pelos animais têm algumas semelhanças, mas são suficientemente diferentes entre si para que cientistas forenses possam distingui-los um do outro. Uma diferença óbvia entre o pelo animal e o cabelo humano é o comprimento do fio. O pelo de animais para de crescer quando atinge um determinado comprimento e, então, cai e é substituído por novos pelos. O cabelo humano naturalmente cresce mais e deve ser cortado periodicamente para que determinado comprimento seja mantido.

Outras pessoas estão lendo

Semelhanças

Todos os mamíferos têm cabelo, mas nós chamamos essa penugem de pelo animal. Tanto nos humanos quanto nos animais, os pelos são feitos de uma proteína chamada queratina, e um pigmento chamado melanina, que dá cor aos fios. O cabelo (ou pelo) nasce a partir de uma raiz e cada fio possui cutícula, medula e córtex. A cutícula é a camada mais externa do cabelo, sendo translúcida e possuindo pequenas escamas. O córtex é a porção central do cabelo e onde se encontra o pigmento que colore o fio. A parte mais interna do fio de cabelo é a medula, que é feita de células com cavidades de ar. A cutícula, o córtex e a medula são encontrados tanto em pelos animais como em cabelos humanos.

Escamas da cutícula

As escamas que compõem a cutícula capilar são encontradas em diferentes modelos classificados como coronal, espinhoso e achatado. Escamas coronais têm formato de coroas e ficam empilhadas ao longo do fio, sendo encontradas em pelos de morcegos e outros roedores, mas extremamente raras em humanos. Escamas espinhosas são encontradas em pelos de gatos, focas e martas, mas nunca em humanos. Essas escamas têm formato triangular e tendem a se desgrudar das pontas dos fios. Escamas achatadas são aquelas encontradas em cabelos humanos, embora esse modelo de escamas também esteja presente nos pelos de alguns animais. Como o nome sugere, essas escamas são pequenas e achatadas, posicionadas bem próximas umas das outras.

Propriedades de proteção

Embora os pelos animais e humanos sejam constituídos das mesmas três partes, estas não possuem o mesmo tamanho relativo em todas as espécies. Já que precisa proporcionar proteção contra frio e chuva, os pelos de muitos animais têm medulas mais grossas que as dos humanos. A medula humana é mais fina que a da maioria dos animais, compondo menos de 1/3 da espessura de um fio de cabelo. Em muitos animais, a medula capilar cobre uma área superior a 1/3 da espessura do fio.

Pigmentação

A melanina é a pigmentação que dá cor ao cabelo. Em humanos, a coloração do cabelo é uniforme da raiz às pontas. Em animais, no entanto, um único fio de cabelo pode apresentar diversas cores ao longo de seu comprimento. Esse é um fenômeno conhecido como bandagem. A melanina no córtex de um cabelo humano tem, geralmente, uma densidade consistente — embora o pigmento possa se adensar mais ao se aproximar da cutícula, a camada mais externa do cabelo. A melanina no pelo animal age da maneira oposta, ficando mais densa ao se aproximar da medula, a porção mais interna do pelo.

DNA

Cada parte de nosso corpo é composta por células, e essas células possuem DNA. Embora existam padrões de identificação do DNA de diferentes espécies, cada indivíduo tem uma sequência única de DNA. Por causa disso, o DNA de um fio de cabelo pode ser identificado e comparado com uma amostra conhecida. A sequência geral do DNA dirá a um especialista forense de qual espécie veio aquele cabelo — se de um cachorro, de um gato, de um camundongo ou de uma pessoa. Uma vez determinado de que tipo de animal veio o cabelo, o cachorro, gato ou humano específico poderá ser identificado por meio de uma comparação com o DNA desse indivíduo.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível