Câncer de língua em gatos

Escrito por bethney foster | Traduzido por gabriela cubayachi
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

Câncer de boca são o terceiro tipo mais comum em gatos, depois dos de pele e mama. Tumores na boca de um gato, incluindo crescimentos na gengiva e na língua, representam 3% a 4% de todos os tipos de câncer diagnosticados nestes animais. O de língua, no entanto, é relativamente raro. Aqui vão algumas informações sobre as causas, sintomas, diagnósticos, tratamentos e prognóstico de câncer de língua em gatos.

Outras pessoas estão lendo

Causas

As causas de muitos tipos de câncer em gatos não são conhecidas. Assim como acontece com os humanos, acredita-se que a genética desempenha um papel. Carcinógenos no ambiente aumentam a probabilidade de câncer, e gatos de meia idade são mais propensos a desenvolverem câncer de língua. Para massas na língua, especificamente, as causas podem incluir traumatismo da língua, ou tumores não cancerosos, tais como verrugas e depósitos de cálcio. Os tumores benignos da língua podem incluir células mioblastoma granulares, e há muitas massas cancerosas que podem afetar a língua. Nelas, estão inclusas carcinomas de células escamosas, tumores, fibrossarcomas, melanomas malignos, hematangiossarcomas e outros tipos de massas de sarcoma.

Sintomas

Dentre os sintomas de câncer de boca estão salivação excessiva, dificuldade para comer e nódulos ou tumores na língua ou gengivas. Se o tumor é especificamente da língua, ele pode não produzir sintomas notáveis, e os donos dos bichinhos provavelmente não notarão até eles serem grandes e visíveis. Sintomas adicionais podem incluir aumento na salivação, mau hálito, arranhamento na boca, derrubar comida enquanto come e ter dificuldade em comer, não alimentar-se, perda de peso, sangue saindo da boca e dificuldade para respirar.

Diagnóstico

Se um gato estiver apresentando sintomas de câncer de boca, o veterinário deve primeiro determinar se o tumor não é, na verdade, massas infectadas. Ele irá começar com um exame físico no gato. O médico provavelmente irá fazer uma biópsia da massa do trauma. Testes adicionais podem incluir um hemograma completo, perfil bioquímico, exame de urina, radiografia torácica e biópsia de quaisquer nódulos linfáticos aumentados.

Tratamento

Se o tumor do gato for benígno, ele provavelmente será removido em um procedimento cirúrgico simples. Se o tumor for malígno e estiver espalhando, o veterinário também pode realizar uma cirurgia, removendo uma parte da língua do gato. Quimioterapia ou radiação também podem fazer parte do tratamento. Depois da cirurgia, o gato terá suturas dissolvíveis em sua língua. Ele será alimentado com comida enlatada ou mole por algumas semanas enquanto cicatriza.

Prognóstico

A efetividade do tratamento dependerá do quão cedo a doença do gato foi encontrada e a terapia começou. O prognóstico também depende do tipo de tumor e onde ele está localizado. O veterinário oferecerá informações sobre o prognóstico específico de um bichinho baseado no tipo de câncer específico do gato e o estágio que ele estava quando o tratamento começou.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível