Câncer de mama multifocal e multicêntrico

Escrito por mary anne ott | Traduzido por wanderson andrade
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Câncer de mama multifocal e multicêntrico
Faça a mamografia anual a partir dos 40 anos

De acordo com o National Cancer Institute (Instituto de Câncer dos EUA), mais de 192.000 americanas são diagnosticadas com câncer de mama a cada ano. A condição pode afetar e mulheres. Embora mais raro entre indivíduos do sexo masculino, a instituição estima que a doença aflige cerca de 1.900 homens a cada ano. Identificar o tipo de câncer mamário -- multifocal ou multicêntrico -- é fundamental para o plano de tratamento.

Outras pessoas estão lendo

Câncer de mama

O câncer de mama é o crescimento descontrolado de células em seu peito. Essas células se agregam para formar os tumores, que podem crescer e invadir o tecido saudável. A condição pode se desenvolver em qualquer parte do seio. Nem todos os tumores ou nódulos são considerados cancerígenos, apenas os diagnosticados como malignos. Eles causam danos ao tecidos circundantes. Os benignos, ou não cancerígenos, podem requerer tratamento, se estiverem causando desconforto. Não há uma causa conhecida para o câncer de mama.

Câncer de mama multifocal

O câncer de mama multifocal ocorre quando um único tumor dá origem a outros. Partes do tumor original se rompem e começam a crescer separadamente. Eles tendem a se localizarem na mesma secção da mama. O câncer multifocal é normalmente menos invasivo, porque os tumores não se espalham para outras partes do corpo.

Câncer de mama multicêntrico

O câncer de mama multicêntrico envolve múltiplos tumores na mama que não se originaram de um mesmo tumor. Eles crescem separadamente um do outro. Tumores multicêntricos são encontrados em diferentes partes da mama. Esse é um tipo mais invasivo da condição, porque cada tumor representa uma nova área de crescimento. Nesse tipo de câncer, há vários locais afetados a serem tratados em cada mama. Ele ocorre com menos frequência que o multifocal.

Sintomas

A maioria das mulheres diagnosticadas com câncer de mama multifocal não apresenta sinais ou sintomas. Ele é, geralmente, diagnosticado após uma mamografia. Em alguns casos, o médico identifica um nódulo durante um exame físico ou os mamilos apresentam secreções. Algumas pacientes podem ter sintomas mais perceptíveis, como dor ou desconforto. O diagnóstico será feito após a realização de testes médicos como exame físico, mamografia ou biópsia.

Tratamento

O tratamento típico do câncer de mama, tanto multifocal quanto multicêntrico, inclui mastectomia, radioterapia, quimioterapia e hormonoterapia. Mastectomias são mais comuns no tipo multicêntrico. O multifocal, muitas vezes, requer apenas uma lumpectomia para remover todas as células cancerosas. O tratamento varia de acordo com o histórico de saúde pessoal e no tipo e agressividade da doença.

Prevenção/Solução

A detecção precoce é a melhor ferramenta no combate a todos os tipos de câncer de mama. Recomenda-se que as mulheres façam mamografias anuais a partir dos 40 anos de idade. Inicie o auto-exame e exames clínicos aos 20 anos. Se você tiver um alto risco de câncer de mama devido ao histórico familiar ou médico, discuta as opções de prevenção com o seu ginecologista.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível