Para onde o câncer de ovário faz metástase?

Escrito por cheryl jones | Traduzido por marina pastore
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Para onde o câncer de ovário faz metástase?
O câncer de ovário é um dos tipos mais difíceis de detectar (Siri Stafford/Photodisc/Getty Images)

Os sintomas do câncer de ovário são vagos e podem ser negligenciados, fazendo com que o tumor seja difícil de diagnosticar nos primeiros estágios, que são mais facilmente tratáveis. Quando o câncer é diagnosticado, muitas vezes já está em metástase para outros órgãos. O câncer de ovário invade primeiramente os órgãos adjacentes, mas pode se espalhar até os pulmões ou fígado em estágios mais avançados.

Outras pessoas estão lendo

Câncer de ovário

Nos primeiros estágios, o câncer de ovário não produz nenhum sintoma característico. Os sintomas, que incluem pressão abdominal, mudanças no funcionamento dos intestinos ou da bexiga, dor ou desconforto pélvico, indigestão ou gases persistentes, dor na região lombar ou mudanças menstruais, imitam outras doenças, como a síndrome da bexiga irritável ou a infecção de bexiga (ver referência 2). A falta de sintomas específicos muitas vezes atrasa o diagnóstico até que o câncer já esteja num estágio avançado.

Metástase do câncer

De acordo com o site cancerfacts.com, a metástase, ou a propagação para outros órgãos, é a característica que define as células cancerosas. Esse tipo de célula não tem os mecanismos normais de controle do crescimento e da divisão celular. Além de crescer rápido demais e se acumular em massas que formam tumores, as células cancerosas também têm a habilidade de invadir outros órgãos, eventualmente se espalhando por todo o corpo. O câncer de ovário faz metástase de três maneiras: pelo contato direto com órgãos ou tecidos vizinhos, quando as células rompem o tumor e entram na cavidade abdominal ou entrando nos sistemas circulatório ou linfático.

Metástase local

A metástase local ocorre quando o tumor de ovário se espalha para órgãos ou tecidos vizinhos. As tubas uterinas, o útero, o reto e a bexiga são locais típicos da metástase local de tumores no ovário.

Metástase distante

A metástase distante ocorre quando as células do câncer de ovário se deslocam para órgãos separados dos ovários, invadindo a cavidade abdominal ou atravessando os sistemas circulatório ou linfático. Ao invadir a cavidade abdominal, o câncer de ovário pode fazer metástase para o estômago, cólon, fígado, peritôneo (o revestimento do abdômen e da pélvis) ou diafragma. As células cancerosas carregadas pelos sistemas circulatório e linfático podem se espalhar por todo o corpo. Embora essas células possam entrar na linfa e invadir os pulmões, elas raramente entram na corrente sanguínea.

Estágios do câncer de ovário

Os estágios do câncer indicam a extensão atingida pelo avanço do tumor. Quanto mais avançado o câncer, mais difícil é tratá-lo. Os estágios são medidos através de colonoscopia, raios-X intestinais e tomografias do abdômen. O estágio I designa um tumor que ainda está confinado ao ovário, enquanto um tumor de estágio II já se espalhou para ambos os ovários ou outros tecidos pélvicos, como as tubas uterinas. No estágio III, o tumor já fez metástase para áreas fora da pélvis ou invadiu os nódulos linfáticos. O estágio IV, o mais avançado, indica que o câncer fez metástase para órgãos distantes do abdômen, como os pulmões ou o fígado.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível