Por que o meu cão treme por razão nenhuma?

Escrito por cristina garcia | Traduzido por ana claudia bragé
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Por que o meu cão treme por razão nenhuma?
As raças pequenas sofrem maior risco de apresentar episódios de tremores (yorkie portrait image by LynnMarie from Fotolia.com)

De forma geral, os tremores em pessoas constituem resposta fisiológica a temperaturas frias. No entanto, em cães, estes episódios podem ser causados por convulsões, ingestão de toxinas, medo, dor ou doenças do sistema nervoso. Dessa forma, se o seu cão demonstrar episódios de tremores, é melhor chamar o veterinário para que ele possa eliminar condições de saúde graves.

Outras pessoas estão lendo

Causas comportamentais de tremores

Os cães ficam agitados todo o tempo. Com a agitação, aparecem os tremores, uma reação psicológica à estimulação específica ou ao que os torna excitados. Com o tempo, isso pode se desenvolver em uma condição patológica, que resulta em tremores constantes, até mesmo em circunstâncias normais. Ansiedade e medo também desencadeiam tremores. Uma consulta com um especialista em comportamento canino ajudará a explicar as causas e as possíveis formas de se corrigir os tremores.

Temperaturas baixas

Alguns cães simplesmente não foram feitos para resistir a temperaturas baixas de inverno. Raças pequenas e raças de pelos curtos são especialmente vulneráveis ao frio. Os filhotes e cães de raças pequenas têm dificuldade para manter-se aquecidos devido à sua baixa gordura corporal. Se este for o caso, os cães podem ser aquecidos ao se usar uma garrafa de água quente enrolada em uma toalha nas suas camas (a toalha evita queimaduras pelo contato direto com a garrafa quente). Colocar roupinhas no seu bicho de estimação também irá mantê-lo aquecido durante os meses de inverno.

Hipoglicemia

A hipoglicemia, ou baixa quantidade de açúcar no sangue, é comum em cães de raça pequena, como Chihuahua, Pomerânia, Maltês, ou Yorkshire terrier. Devido à sua baixa massa corporal, os cães pequenos têm dificuldades para manter a glicose sanguínea em níveis normais. Os níveis de glicose saguínea serão baixos quando o cão não tiver comido por um tempo considerável. Tremores de hipoglicemia podem ser resolvidos ao comer mel ou ao esfregar xarope em sua gengiva. Se isso não for tratado rapidamente, o cão corre o risco de perder a consciência rapidamente ou de ter convulsões.

Ingestão de toxinas e drogas

Algumas toxinas, como hexaclorofeno, brometalina, organofosforados e micotoxinas são conhecidas por causarem tremores generalizados. , alguns remédios têm sido documentados como responsáveis por episódios de tremores. Descontinuar a terapia medicamentosa irá cessar os episódios. Sempre consulte um veterinário e leia os efeitos secundários dos remédios de seu bicho de estimação antes de iniciar o tratamento.

Síndrome do cão branco que treme

Uma condição com frequência mal entendida é a síndrome do cão branco que treme. Ela afeta de raças médias a pequenas, em especial aqueles com pelo branco. As raças mais comuns afetadas são Maltês, Bichon frise, Poodle e West highland terrier, todos brancos. Os cães afetados tendem a tremer em situações de agitação e estresse. Estes cães melhoram depois de tratados com corticosteroides. Os tremores em geral se resolvem na primeira ou segunda semana de tratamento.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível