Características e cuidado do Bichon frisé

Escrito por jennifer gittins | Traduzido por henry alfred bugalho
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Características e cuidado do Bichon frisé
Um lindo bichon frisé (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

A raça bichon frisé existe há séculos, remontando ao século XIII como um descendente do cão d'água, de acordo com o American Kennel Club (AKC). Desde então, a raça foi comercializada por marinheiros, foi a preferida das cortes reais francesas e até se apresentou como cão de circo. Hoje, o bichon frisé é um adorado cão de companhia facilmente reconhecível.

Outras pessoas estão lendo

Características físicas

Fisicamente, o bichon frisé é uma raça de cão pequena, notavelmente "robusta" de acordo com a AKC. Eles apresentam uma dupla pelagem branca que é frequentemente referida como fofinha ou com aparência de algodão. A pelagem é encaracolada com uma camada externa texturizada e uma camada inferior sedosa. Graças a sua pelagem, o bichon frisé solta pouco pelo -- tornando-o uma raça ideal para quem sofre de alergia. Além disto, apesar de a pelagem ser geralmente branca, pode haver coloração adicional ao redor das orelhas ou no corpo em tons de abricó, castanho ou creme.

Características da raça

Bichons são descritos pela AKC como um "cão naturalmente gentil e brincalhão". A raça é conhecida por ter um temperamento alegre, tornando-a boa para famílias com ou sem crianças. Eles são cães sociais, que desfrutam da companhia de outros animais domésticos e humanos. A inteligência do bichon frisé faz com que seja fácil treiná-lo, sendo descrito como competitivo, obediente, tornando-se um grande cão de guarda ou até mesmo para adestramento e realização de truques.

Cuidando de filhotes de bichon

Como com qualquer novo filhote, é extremamente importante fornecer um ambiente seguro. Isto quer dizer remover qualquer coisa que o filhote possa mastigar, incluindo fios elétricos, tapetes ou plantas domésticas. Leve em consideração usar portões de segurança para restringir o filhote em um cômodo, onde ele possa ser observado durante o dia até que ele se ajuste a sua nova casa e tenha sido razoavelmente treinado para fazer suas necessidades. O Bichon Frise Club of America também ressalta que os filhotes de bichon frequentemente costumam comer suas próprias fezes, então é importante prevenir isto ao recolhê-las imediatamente.

Condições de saúde

Há muitos problemas de saúde que afetam a raça bichon frisé. Alguns dos mais comuns incluem problemas de pele, alergias, doenças oculares ou dentais, infecções da bexiga, pedras na bexiga, doença hepática, doença cardíaca e doenças metabólicas como diabetes. Alguns bichons podem também ser propensos a problemas gastrointestinais, o que pode resultar em vômito ou diarreia crônica. Dito isto, é importante que os bichon frisés passem por check-ups regulares com o veterinário para detectar e tratar qualquer destas condições caso elas ocorram.

Tosa

A pelagem do bichon frisé não solta pelo, mas cresce continuamente. Assim, tosas regulares e extensivas são recomendadas para evitar que o pelo embole. O bichon frisé deve tomar banho mensalmente e tosa profissional é recomendada. A área dos olhos em particular requer limpeza extensiva para evitar manchas de lágrimas. A aparação deve ser feita ao redor de olhos e orelhas, apesar de aparadoras elétricas poderem ser usadas pelo corpo.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível