O que causa uma convulsão?

Escrito por amber keefer | Traduzido por bruna latronico
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O que causa uma convulsão?
Quando circuitos neurais superexcitam, ocorrem as convulsões (Comstock/Comstock/Getty Images)

Outras pessoas estão lendo

Tipos

Convulsões generalizadas tônico-clônicas, mais conhecidas como "Grande Mal", envolvem violentos movimentos involuntários. Esse tipo de convulsão causa tremores involuntários, e é caracterizada por espasmo ou endurecimento de todo o corpo. Quando o Grande Mal ocorre, a pessoa não está consciente do ambiente em que está. Indivíduos geralmente despertam após as crises muito cansados ou tontos. Em alguns casos, as pessoas não se lembram do que aconteceu antes de iniciar ou durante a crise. Outro tipo de convulsão faz com que a pessoa fixe os olhos no espaço. Estas são as convulsões de "Pequeno Mal" e duram pouco tempo, talvez só alguns segundos, e às vezes são acompanhadas de rápido movimento de piscar os olhos. Muitos tipos de convulsões passam despercebidos por outros, e só a pessoa que está convulsionando está ciente que está tendo uma crise. Frequentemente o simples movimento repetitivo de uma região do corpo, um dedo por exemplo, pode ser o único sinal de convulsão.

Causas

Enquanto não existe causa específica para explicar o fenômeno, qualquer coisa que perturbe o padrão de atividade elétrica cerebral pode levar a uma convulsão. Trauma cerebral, condições genéticas, doenças como meningites ou encefalites, ou até mesmo doenças de má formação cerebral são causas comuns de crises. Pesquisadores acreditam que algumas pessoas tenham predisposição genética para desenvolver convulsões. Derrames cerebrais também podem causar convulsões por obstrução do fluxo sanguíneo no cérebro. Alguns tumores de cérebro, traumatismos cranianos, febre alta e infecções do sistema nervoso central podem desencadear as convulsões. A presença de alguns medicamentos no corpo, como lítio, antipsicóticos, antidepressivos tricíclicos e altas doses de penicilina podem induzir o evento. A retirada de algumas destas mesmas substâncias também pode ser fator desencadeante.

Epilepsia

Uma pessoa pode desenvolver epilepsia por uma combinação de diferentes fatores, incluindo o desequilíbrio químico cerebral ou excesso de atividade elétrica em diferentes regiões do cérebro. Na grande parte dos casos de epilepsia, a causa continua desconhecida. Entretanto, existem uma série de gatilhos que estimulam crises convulsivas em portadores da doença. Esses gatilhos variam de pessoa para pessoa, mas alguns podem ser citados: consumir muita cafeína, privação de sono, ingestão de bebidas alcoólicas, interrupção de tratamento medicamentoso ou mudanças hormonais em mulheres na gravidez, menstruação e menopausa. Outros gatilhos incluem luzes fortes e brilhantes, tabagismo, estresse emocional, resfriados ou outras infecções, e dieta pobre. Evitar e manejar cada um desses gatilhos pode auxiliar o paciente a diminuir a frequência das crises.

Tratamento

Remédios anticonvulsivantes são prescritos para pacientes com epilepsia que precisam controlar suas crises. É necessário manter um nível de concentração da medicação no corpo para que sejam efetivas. Os pacientes epilépticos devem tomar os remédios regularmente, de acordo com prescrição, ou então doses perdidas podem desencadear crises. Os mesmos tipos de medicamentos são utilizados para tratar AVCs.

Prevenção

Médicos informam que hábitos de vida saudáveis são o melhor jeito de prevenir ou reduzir a frequência de crises. Reduzir o estresse, ter uma dieta balanceada, dormir tempo suficiente e exercício físico regular podem ajudar a diminuir o número de crises. A pessoa deve evitar o consumo exagerado de álcool, uso de anfetaminas, cocaínas e quaisquer outras drogas recreacionais. Pacientes com epilepsia devem sempre tomar seus medicamentos conforme a prescrição.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível