O que causa corrosão puntiforme em trocadores de calor?

Escrito por sean lancaster | Traduzido por jesse mourao
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O que causa corrosão puntiforme em trocadores de calor?
Evite condições que criem lugares para a ocorrência de corrosão em tubulações (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Trocadores de calor fornecem calor a edifícios e sistemas de água. Os trocadores de calor são seções de tubos que contêm água aquecida, a qual passa através de coletores que permitem a dissipação de calor para o ambiente. A água quente tem uma natureza mais corrosiva do que a água fria. À medida que a água passa pelo permutador, a corrosão pode ocorrer caso o ambiente da solução seja propício. A corrosão puntiforme é um tipo especial de corrosão e pode causar falha rápida do metal usado como tubo de um permutador.

Outras pessoas estão lendo

Corrosão normal

Os materiais mais comuns usados ​​para os tubos de trocadores de calor são o aço inoxidável e a liga de cobre. A corrosão desses dois metais inclui oxidação do material, no caso do aço inoxidável, e desbaste das paredes por metais à base de cobre. Os íons de cobre são tóxicos para os microrganismos. O cobre sofre uma dissolução lenta, que pode transportá-lo para outras áreas do sistema. O desbaste dos tubos permutadores de calor nos sistemas baseados em ligas de cobre pode resultar em falha prematura do sistema.

Corrosão puntiforme

A corrosão puntiforme (pitting, em inglês) é uma forma altamente localizada de corrosão em oposição à corrosão geral descrita anteriormente. Nesse tipo de corrosão, uma pequena região localizada da parede do tubo desenvolve uma área ativa com a remoção da camada protetora. A corrosão começa na região ativa e uma reação eletroquímica impulsiona a ruptura da parede do tubo. A corrosão progride de forma rápida pelas paredes da tubulação em questão de algumas horas. A corrosão deixa pequenos tubos que ligam os dois lados da parede do tubo.

Condições de solução que resultam em corrosão puntiforme

Quando a água nos permutadores de calor fica estagnada, a corrosão pode se tornar bastante localizada. O ambiente imediato do ataque corrosivo tem uma diferente concentração de cloretos e um pH menor do que o volume da solução. O teor elevado de cloreto na superfície do tubo de metal promove um maior grau de dissolução, assim como um pH baixo. A progressão da corrosão nesses locais afeta toda a espessura do tubo do trocador. A violação da integridade das paredes de tubos enfraquece a sua força e leva à insuficiência da tubulação e a uma possível ruptura.

Formas de inibir a corrosão puntiforme

Um olhar atento e o controle da solução que atravessa os tubos do trocador de calor pode prolongar e proteger contra essas falhas. Se a temperatura da solução for superior a 35 º C, é preciso diminuir o nível máximo de cloreto permitido. Como o pH influencia muito a corrosão, o nível de cloretos permitido precisa cair juntamente com o pH. Use aditivos para controlar o crescimento de microrganismos na solução correndo pelos tubos do permutador de calor. Se uma camada de micróbio se desenvolve no interior dos tubos, a probabilidade de desenvolvimento de corrosão aumenta consideravelmente. O ambiente sob tal camada é consideravelmente diferente e tende a favorecer o elevado teor de cloreto e os valores de pH baixos.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível