O que causou o ciclone tropical Larry?

Escrito por sadie may | Traduzido por débora cussiol
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O que causou o ciclone tropical Larry?
A combinação de água quente e áreas de baixa pressão sobre o oceano criam os ciclones (Ablestock.com/AbleStock.com/Getty Images)

O ciclone tropical Larry atingiu a costa da Austrália em março de 2006 e causou bilhões de reais em danos, e quase acabou com diversas safras na área do norte de Queensland. Esta foi uma das tempestades mais dispendiosas da história do país. Vários padrões climáticos e fenômenos foram fatores na criação de ciclone tropical Larry e aumentaram o impacto das chuvas torrenciais de tempestade e ventos fortes.

Outras pessoas estão lendo

Plano de fundo

O ciclone tropical Larry atingiu a costa de Queensland, em 20 de março de 2006. Embora seja considerado um dos piores ciclones na história da Austrália, ninguém foi morto ou gravemente ferido. No entanto, os danos a propriedades e safras foram devastadores, com aproximadamente R$ 2 bilhões em perdas estimadas. Ele foi o primeiro ciclone tropical desde 1999 a causar deslizamentos de terra em uma área densamente povoada de Queensland. Em 2005 e 2006, a região teve 15 tempestades nomeadas, de acordo com a Secretaria de Meteorologia da Austrália.

Condições

Um ciclone é o mesmo fenômeno climático de um furacão no Hemisfério Norte, exceto por girar no sentido horário. Para a formação do ciclone tropical Larry, várias condições deviam estar presentes. Primeiro, a água do oceano onde se originou devia estar quente na temperatura de 26 graus Celsius ou mais. Devido a isso, os ciclones formam-se tipicamente em águas tropicais perto do equador. Em seguida, a água evaporou e formou nuvens de tempestade acima do oceano. Então, uma zona de baixa pressão de ar estava presente e começou a puxar as nuvens em um movimento de rotação em direção ao centro da depressão. Quanto mais nuvens formadas, a rotação acelerava, e uma vez que os ventos atingiram 119 km/h, a tempestade tornou-se oficialmente um ciclone.

Ganhando força

A tempestade tropical Larry foi formada a partir de um sistema de baixa pressão no Mar Coral oriental. Os meteorologistas notaram a tempestade em desenvolvimento em 16 de março. Ela tornou-se um ciclone em 18 de março e, naquela noite, a tempestade que rapidamente se formava era de categoria 3 com ventos de 178 km/h a 209 km/h. O ciclone seguiu rumo ao oeste para Queensland à medida que mais vapor de água era adicionado à tempestade e a rotação aumentava. Ele tornou-se um ciclone de categoria 5, com ventos de 185 km/h, antes de atingir a costa, mas diminuiu em intensidade para a categoria 4 quando atingiu a costa.

Ao longo do continente

Ciclones tendem a enfraquecer sobre a terra, pois ela não tem a umidade e calor do oceano necessários para alimentar o vento e a chuva. O ciclone Larry atingiu a terra ao amanhecer e mudou-se rapidamente para o interior. As marés baixas no momento da aterragem ajudaram a limitar as marés altas que o vento do ciclone havia criado. A tempestade foi classificada como um ciclone "anão", pois seus ventos destrutivos foram limitados em alcance. A maior rajada de vento registrada foi de 473 km/h. Em um local, 43 cm de chuva foi registrada em um período de tempestade de 24 horas.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível