O cheiro de plástico queimado pode fazer mal ao meu bebê?

Escrito por goody clairenstein | Traduzido por vanessa arnaud
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O cheiro de plástico queimado pode fazer mal ao meu bebê?
Minimize os riscos das fumaças provenientes da queima de plástico ventilando rapidamente as áreas afetadas (PhotoObjects.net/PhotoObjects.net/Getty Images)

O plástico vem sendo utilizado há décadas por ser um material barato e durável. Advertências públicas de saúde, como o escândalo com o BPA (bisfenol A, um tipo de plástico feito por petroquímicas), entretanto, tem levado a uma reavaliação sobre alguns tipos comuns de plástico e levantado questões sobre sua segurança para bebês e crianças, cujos sistemas imunitários ainda estão bastantes vulneráveis a contaminantes ambientais. A queima de alguns tipos de plástico pode liberar fumaça e químicos potencialmente prejudiciais.

Outras pessoas estão lendo

Durante a gravidez

Durante a gestação, o bebê em formação respira o mesmo ar que a mãe. Se você acidentalmente inalar fumaça proveniente de plástico queimado, não entre em pânico. Abra as portas e janelas assim que notar o cheiro para ventilar a área, e desligue o aparelho de aquecimento que estiver queimando o plástico. Não mergulhe o plástico queimado em água, pois assim a liberação de fumaça será maior. Saia do local assim que possível para reduzir os riscos de saúde a você e seu bebê. A menos que você venha sistematicamente inalando fumaça, a probabilidade de danos ao seu bebê é mínima. Apesar de ser verdade que alguns tipos de plástico - aqueles fabricados a partir de petróleo, primariamente - podem liberar gases tóxicos ao serem queimados, evitar a exposição prolongada é suficiente para proteger seu bebê. Procure um médico se continuar preocupada sobre a inalação destes gases.

Crianças

Se bebês ou crianças pequenas inalarem a fumaça originada pela queima de plástico por um período prolongado ou em altas concentrações, o risco de prejuízos ao desenvolvimento se torna elevado. Bebês e crianças não devem ser deixadas sem supervisão em locais onde hajam objetos que promovam aquecimento ou outros aparelhos que ofereçam risco de fogo. Se você e seu filho estiverem em um local e você notar o cheiro de plástico queimado, retire a criança da área assim que possível. Se puder, desligue o aparelho e abra as portas e janelas para ventilar. Leve seu filho a um local aberto para respirar ar puro. Se continuar preocupada sobre a inalação destes gases, consulte um médico. Tomar precauções e agir rapidamente, entretanto, deve ser suficiente para prevenir danos graves ao desenvolvimento do seu filho por inalar acidentalmente a fumaça de plástico queimado.

Plásticos que se deve evitar

Plásticos fabricados em petroquímicas são derivados de petróleo, a mesma substância precursora da gasolina. Plásticos petroquímicos contêm aditivos químicos para aumentar sua durabilidade que podem ser prejudiciais se liberados no ambiente durante a queima. Evite plásticos comercializados que não divulguem sua composição. Se você não utilizar este tipo de material quando estiver com seus filhos, não correrá o risco de inalar gases provenientes de sua queima em um microondas ou fogão. Evite comprar ou utilizar plásticos recicláveis identificados como "1", "3", "6" ou "7".

Alternativas seguras

Plásticos mais seguros são aqueles dos tipos "2", "4" ou "5". Alternativas seguras para bebês também incluem vidros finos, apesar de que quando quebrados podem ser uma ameaça evidente à segurança de crianças. Alguns fabricantes utilizam celulose para produzir um tipo de plástico biodegradável. A celulose é derivada do milho e é muito mais segura para seus filhos do que os plásticos petroquímicos disponíveis comercialmente.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível