Um comparativo entre madeiras spruce, pinheiro e abeto

Escrito por jennifer gittins | Traduzido por eduardo horst maidana
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Um comparativo entre madeiras spruce, pinheiro e abeto
A madeira das árvores coníferas tem uma variedade de usos (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Projetos de construção, tanto de casas como de instrumentos musicais, requerem diferentes tipos de madeira. Não existem dois tipos de madeira iguais, apesar de as espécies podem ser agrupadas com relação à textura, peso ou aparência. Árvores coníferas, como o pinheiro, espruce e abeto, tem traços similares, mas algumas características diferentes que as tornam ideais para o uso em vários projetos.

Outras pessoas estão lendo

Identificação

O pinheiro, o spruce e os abetos são todos árvores coníferas e elas são facilmente identificáveis pelos seus espinhos e cones com sementes, apesar de as árvores decíduas possuírem diferentes folhas e formas. Os pinheiros tem espinhos que se juntam em grupos de dois, três ou quatro, e saem para fora dos ramos, enquanto que o espruce e o abeto tem espinhos individualmente ligados aos ramos. Além disso, os cones de pinheiros são lenhosos e com um exterior rígido, enquanto que os de espruce são mais finos e flexíveis.

Prós e contras da madeira de spruce

O spruce apresenta fibras paralelas e é uma madeira mais leve e macia, mas funciona bem em projetos básicos de construção. Os spruces mais maduros possuem propriedades acústicas, tornando-os ideais para a construção de instrumentos musicais como violões, violinos e pianos. Ele também pode ser usado para a construção de painéis de avião e cascos, escadas e remos de barcos. Contudo, o espruce é conhecido por apodrecer, inchar e queimar com facilidade.

Prós e contras da madeira de pinheiro

O pinheiro é uma madeira extremamente macia conhecida por ser amassada e danificada com facilidade. Os pinheiros foram excessivamente derrubados em busca de madeira, resultando na derrubada de árvores mais jovens e imaturas. Ele é muito leve, mas algumas espécies são mais pesadas do que outras. A espécie do pinheiro pode fazer toda a diferença dependendo do uso da madeira, pois os pinheiros leve não podem ser usados para fazer violões, enquanto que os pinheiros mais pesados podem.

Prós e contras do abeto

A madeira de abeto pode ser ideal ou indesejável para o uso em construções, dependendo da espécie. Os abetos de Douglas são fortes e ideais, com fibras paralelas que resultam em troncos longos e retos. Sua madeira é resistente e portanto a escolha favorita para vários usos. As fibras densas da madeira de abeto fazem que ela seja ideal para o uso em construções, pois ela segura bem os pregos e podem ser usadas em pisos, janelas, painéis, acabamentos e portas. O abeto é também usado em madeiras compensadas de alta e baixa qualidade.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível