Como fazer compostagem em larga escala

Escrito por heidi cardenas | Traduzido por daniel tamayo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como fazer compostagem em larga escala
Os métodos de compostagem de larga escala são diferentes dos métodos domésticos (Martin Poole/Digital Vision/Getty Images)

A compostagem é o processo biológico de promover a decomposição da matéria orgânica. O composto finalizado é um produto útil para acrescentar nutrientes ao solo. A maioria das pessoas já está familiarizada com a compostagem da grama cortada e de restos da cozinha. Porém, uma vasta gama de materiais podem ser decompostos em grande escala, incluindo biossólidos, lodo de esgoto, esterco, animais mortos, resíduos alimentares, de poda, industriais e até militares.

A compostagem é um excelente método para desinfetar os resíduos, uma vez que as altas temperaturas do processo destroem patógenos como bactérias, vírus e parasitas, assim como sementes de ervas daninhas. Há três tipos de compostagem de larga escala, diferentes da compostagem em caixas, que incluem: leiras (uma leira é uma grande pilha de materiais, nesse caso, matéria orgânica), leiras aeradas e pilhas estáticas aeradas.

Nível de dificuldade:
Moderadamente desafiante

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Campo grande e vazio
  • Retroescavadeira ou revolvedor
  • Cano de PVC perfurado
  • Sopradores de ar
  • Materiais orgânicos para compostagem
  • Composto maduro
  • Palha ou musgo seco

Lista completaMinimizar

Instruções

    Leiras reviradas

  1. 1

    Transporte os materiais orgânicos para compostagem até o campo vazio, em pinhas igualmente espaçadas com 3 metros de intervalo e 1,50 metros de altura.

  2. 2

    Faça um roteiro para revirar o composto, primeiramente com frequência diária e depois passando para semanal, conforme as leiras decompões e diminuem. Ajuste o roteiro com as mudanças no tempo. Por exemplo, se houver muita chuva, ajuste-o para revirar as leiras mais vezes do que o planejado, para ter mais aeração.

  3. 3

    Remova o composto amadurecido das leiras antes de acrescentar material orgânico novo.

    Leiras aeradas passivamente

  1. 1

    Coloque uma base de palha, musgo ou composto finalizado em fileiras com 1,50 metros de intervalo para formar as leiras.

  2. 2

    Coloque um cano perfurado horizontalmente no topo das bases.

  3. 3

    Transporte os resíduos orgânicos, bem misturados, para as fileiras e coloque-os no topo dos canos, tomando cuidado para não cobrir as pontas, deixando-os abertos para permitir a troca de ar e gases dentro da leira.

  4. 4

    Cubra a matéria orgânica com uma camada de composto acabado para criar pressão sobre as pilhas nas leiras, e selar a matéria orgânica durante a compostagem.

  5. 5

    Remova o composto amadurecido depois de três a nove semanas do início da compostagem, para começar o processo com matéria orgânica fresca.

    Pilhas aeradas estáticas

  1. 1

    Coloque uma base de palha, musgo seco ou composto amadurecido em pilhas com 1,50 metros de distância para formar as leiras.

  2. 2

    Coloque um cano perfurado horizontalmente no topo das bases.

  3. 3

    Conecte sopradores de ar em uma ponta do cano, no final das fileiras.

  4. 4

    Transporte os resíduos orgânicos, bem misturados, para as fileiras e coloque-os no topo dos canos, tomando cuidado para não cobrir as pontas ou os sopradores.

  5. 5

    Conecte uma seção do cano ao soprador de ar e cubra a ponta aberta com uma pequena pilha de composto, para controlar o odor. Configure os sopradores para ou ligar imediatamente com um marcador ou funcionar continuamente, dependendo dos materiais compostos (materiais com alta densidade, como animais mortos, ou com alto teor de nitrogênio, se decompõem mais rápido com mais oxigênio).

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível