Como converter 110 volts em 220 volts

Escrito por richard asmus | Traduzido por barbara sofia silva
Como converter 110 volts em 220 volts

110 ou 220 volts

A conversão de 110 volts para 220 volts pode ser um pequeno ou um grande transtorno. Seu despertador funciona em 220 volts. Mas na sua residência apenas a secadora e o forno utilizam 220 volts. Desejaria puxar a voltagem para o seu quarto, no entanto ele só possui tomadas 110 volts. Por outro lado, você terminou seu projeto de três anos no Peru e agora está indo para casa. Você será capaz de levar seus aparelhos maiores para o Brasil?

Outras pessoas estão lendo

Fiação da casa

Alguns lares brasileiros recebem a voltagem de 220 volts a 60 Hz, através de três fios, sendo duas bandas de 110 V cada e uma neutra. Aparelhos residenciais de 220 volts operam com as duas bandas de 110, somando 220. Quase tudo opera em um lado de 110 volts e outro em neutro. A maioria dos outros países não divide as fases, além de operar a 50 Hz, ao invés de 60. Para a conversão, você terá que levar a frequência em consideração.

Tansformadores

Os transformadores são feitos de duas bobinas de fio colocadas lado a lado, a razão que determina a proporção da conversão. As direções são reversíveis. Uma proporção de dois para um dobra em uma direção e diminui em metade na outra. Além disso, você tem que considerar a potência. Um transformador pequeno de 50 watts funciona para aparelhos como barbeadores e relógios, mas será necessária uma potência maior para secadores de cabelo, ferros de passar e aparelhos maiores. O preço dos transformadores aumenta pela potência e varia em cerca de R$ 20,00 para acima de R$ 200,00. Note que os transformadores não podem mudar a frequência -- 60 Hz de entrada darão sempre 60 Hz de saída.

Aparelhos pequenos

Para aparelhos pequenos acima de 50 ou 60 watts, pode-se comprar um conversor e ligá-los diretamente em uma tomada de 110 volts e ligar seu aparelho de 220 volts no conversor. Tenha cuidado para não exceder o limite de potência do transformador. Procure pela classificação de potência no seu aparelho. Se não conseguir mudar a frequência, objetos como relógios projetados para funcionar em 50 Hz podem funcionar mais rápido em 60 Hz. Isso pode não ocorrer em relógios digitais. Veja em "dvdoverseas.com/store/index.html?loadfile=catalog10_0.html" um exemplo de conversor pequeno.

Aparelhos grandes

Aparelhos maiores requerem transformadores maiores. Clique no link da seção anterior para ver alguns exemplos. Mas seja cuidadoso. Aparelhos grandes projetados para funcionar em 220 volts e 50 Hz podem funcionar com uso de transformadores. No entanto, podem não funcionar muito bem. Motores de secadoras e compressores de geladeira podem funcionar em diferentes velocidades e superaquecer ou desgastar mais rapidamente. Além disso, o número de conexões de fios pode ser diferente. Ao decidir a mudança, considere o custo de transporte, o custo do transformador e o risco de diminuição de vida útil ou falhas do aparelho.

Conversão desnecessária

Aparelhos mais sofisticados podem não precisar de conversão. A tecnologia moderna leva em consideração o encolhimento global em que vivemos e tem desenvolvido diversos itens para operar em todos os sistemas. Os exemplos incluem a maioria dos carregadores de telefones celulares e câmeras, notebooks e também televisões e computadores. Procure as informações sobre a voltagem no rótulo do seu equipamento. Um carregador de celular comprado na América do Sul pode informar em seu rótulo: "Entrada: 100-240V~50/60Hz 0.1A". Isso significa que o carregador funcionará em praticamente qualquer lugar do mundo, sem que a conversão seja necessária.

Não deixe de ver

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media