Crescimento da jiboia-constritora

Escrito por nora huynh kitchen | Traduzido por thiago andre scarani
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Crescimento da jiboia-constritora
A jiboia-constritora é uma grande serpente (DianesDigitals/Flickr.com)

Outras pessoas estão lendo

Jiboias-constritoras recém-nascidas

As jiboias-constritoras nascem com cerca de 45 cm. Os filhotes se desenvolvem no interior da mãe, e nascem com o mesmo formato de cabeça e de corpo e cor que terão como adultos. Eles geralmente se tornam independentes em minutos após o nascimento.

Taxas de crescimento

Apesar de serem conhecidas por seu tamanho intimidador, as jiboias-constritoras são de tamanho moderado em relação às outras grandes serpentes. A jiboia-constritora média mede cerca de 1,5 a 2,4 m, e pesa cerca de 5 kg, apesar de seu tamanho poder variar de 91 cm a 4,2 m, e seu peso poder chegar a mais de 45 kg. A relação entre altura e peso da jiboia-constritora não costuma variar ao longo de sua vida. Sua taxa de crescimento varia muito entre indivíduos, e pode depender de fatores como lugar de origem, sexo, temperatura do habitat e proporções de comida.

Uma jiboia-constritora cresce mais rapidamente nos primeiros três a quatro anos de vida, e seus recém-nascidos costumam dobrar de comprimento nos primeiros meses após seu nascimento. Depois dos primeiros anos, os machos costumam chegar a seu limite, cerca de 1,8 m e 5 kg, enquanto as fêmeas continuam crescendo, apesar de crescerem mais lentamente, e esse crescimento costuma ficar consideravelmente mais lento depois dos seis anos. Em seu ambiente natural, as jiboias-constritoras vivem, em média, 20 anos, mas costumam viver mais dez a 15 anos em cativeiro.

Troca de pele e crescimento

Para que seus corpos possam aumentar de tamanho, as jiboias-constritoras costumam trocar de pele repetidamente ao longo de sua vida. Enquanto a cor e o padrão não costumam variar ao longo de sua vida, as mais jovens costumam ter cores mais brilhantes. Conforme elas crescem e trocam de pele continuamente, as cores ficam mais apagadas e com menos contraste.

Crescimento relacionado à reprodução

As jiboias-constritoras chegam à maturidade reprodutora com cerca de três a quatro anos de idade. As esporas, que são usadas no acasalamento, ficam maiores e em forma de gancho nos machos. As fêmeas parecem precisar ter mais peso para ovular, e costumam acumular gordura na ponta posterior de seu corpo, causando um aumento de peso de 25 a 30%. Se a fêmea não ovular, esta gordura se queimará lentamente.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível