Como criar camundongos para alimentar outros animais

Escrito por jim radenhausen | Traduzido por marina pastore
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como criar camundongos para alimentar outros animais
Os ratos para alimentação pedem cuidados constantes

Ainda que algumas pessoas gostem de manter camundongos como bichos de estimação, os roedores também podem ser criados com outro propósito: comida para animais carnívoros — em especial os répteis. Se você planeja criar camundongos para alimentar seu lagarto ou sua cobra de estimação, é necessário dar tanto cuidado aos mamíferos quanto aos répteis.

Outras pessoas estão lendo

Cuidados antes da criação

Você pode comprar camundongos de um pet shop, mas esse pode ser um investimento caro. Uma alternativa melhor pode ser procurar em revistas de répteis ou na internet, onde criadores de répteis e vendedores de camundongos vendem os roedores a preços menores. Você também pode comprar camundongos congelados.

Se você quiser camundongos resistentes e prolíficos na reprodução para a alimentação de seu réptil, procure por camundongos de laboratório com olhos limpos e pele macia. Cada um desses roedores rende um ano de reprodução, e você deve repor fêmeas anualmente e machos a cada um ano e meio.

Local de criação

É possível manter os camundongos em um aquário de vidro ou em uma gaiola de laboratórios específica para os roedores que pode ser encontrada em uma loja de suprimentos para répteis ou por meio de encomendas de empresas específicas. Se dinheiro não for um problema para você, é possível usar bandejas empilhadas com alimentação e água automáticas. Para forrar a gaiola, evite usar raspa de cedro, pois ela contém um óleo que pode machucar os camundongos. Use jornal ou raspa de pinho, mas esteja ciente de que o primeiro exige limpezas mais frequentes.

Para garantir uma colônia saudável, limpe e lave a gaiola uma ou duas vezes por semana. Garanta que ela esteja completamente seca e segura antes de colocar novamente o forro e os camundongos dentro dela.

Mantenha quatro ou cinco fêmeas e um macho em cada gaiola. Se houver mais de um macho, haverá brigas e as fêmeas ficarão irritadiças.

Comida e água

É possível alimentar os camundongos com biscoitos, milho, comida de cachorro seca, comida de gerbo ou de hamster, blocos de laboratório, aveia, semente de girassol (com pouco óleo), trigo e outras comidas em pelotas. Mantenha a comida fora do forro da gaiola para evitar que ela apodreça e alimente os camundongos durante a tarde, quando eles estão mais ativos.

Você pode apoiar uma garrafa de água com faixas de velcro dentro da gaiola para garantir que os roedores estejam hidratados.

Certifique-se de dar água e comida suficientes para seus camundongos. A falta de qualquer um dos dois pode resultar em uma ninhada menor e em um ambiente danoso à saúde dos animais.

Acasalamento e eutanásia

Depois que macho e fêmea acasalarem, retire a fêmea do ambiente. Elas geralmente têm os filhotes em 21 dias, com os números da ninhada ficando entre cinco e 15 camundongos. Após cerca de 21 dias, os filhotes devem estar comendo sozinhos e você pode levar a fêmea novamente ao ambiente coletivo. Os filhotes devem se tornar adultos em 45 dias.

Quando chegar a hora da eutanásia para a alimentação, você pode colocar o camundongo em um recipiente lacrado e bombear dióxido de carbono dentro dele. É possível comprar o gás em forma de cartuchos para rifles de ar, gelo seco ou recipientes pressurizados. Esse é o método mais rápido e humano para matar os roedores, mas também é possível romper a coluna vertebral do camundongo pressionando a área entre a cabeça e os ombros com um lápis ou chave de fenda e puxando o rabo do animal.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível