Como criar fotografia narrativa

Escrito por veronica james | Traduzido por harry yazawa
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como criar fotografia narrativa
Fotografia narrativa mostrando novas chegadas à Ellis Island, Nova Iorque (Photos.com/Photos.com/Getty Images)

Em seu livro "On Photography" ("Sobre Fotografia", em tradução livre), Susan Sontag disse: "Fotos e citações são parecidas porque elas foram tiradas de fragmentos da realidade mais autênticos que narrativas literárias extensas". Enquanto a fotografia pode ser discutida como sendo uma grande interpretação da realidade da mesma forma que a literatura, já que o fotógrafo enquadra e compõe a foto, a câmera pode capturar um espírito essencial de vida que está sendo vivido. A fotografia narrativa o convida a ser curioso sobre as histórias que se desenvolvem à sua frente e lentamente lhe atraem para dentro como um participante ativo.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Compara a foto de natureza morta com frutas ou flores com uma foto tirada com pessoas na rua. Bons exemplos da última consistem em qualquer foto do recém-descoberto trabalho de Vivian Maier, cujas fotografias de rua são repletas de exemplos de fotografia narrativa. As fotos dela atraem você de maneira a perguntar o que fez essa pessoa sorrir, qual a história por trás do marinheiro observando as três garotas lerem jornal na escadaria ou o porquê da pressa em pegar o trem.

  2. 2

    Observe a diferença entre as poses de retratos em estúdios do século XIX com, por exemplo, uma imagem dos pioneiros americanos esvaziando feno ou em pé ao lado de um veículo velho a motor. Enquanto a pessoa posando sentada é interessante como registro fotográfico, a história não vai mais além do que o que essa pessoa está vestindo, sua expressão ou altura do aspidistra. Os pioneiros, por outro lado, estão cheios de proveitos para uma narrativa da imagem mais abrangente - expressões casuais e posturas, um senso de sociedade e uma história em volta da atividade: uma vida vista em contexto.

  3. 3

    Procure por histórias para contar em suas imagens. Por exemplo, quando fotografar convidados de um jantar, observe a conexão entre as pessoas. Transmita o humor do jantar ao invés de simplesmente registrá-lo. Vera Feyder, em suas notas de exibição publicadas em "Henri Cartier-Bresson - à propos de Paris", descreve a habilidade do fotógrafo em capturar "... a canção do áspero vinho tinto já bebido ou prestes a ser bebido da próxima vez". Desapareça no cenário e observe as pessoas. Tire longas fotos para colocá-las em contexto ou apareça com uma abertura maior, mesmo uma como f2.8, e siga com uma expressão compartilhada ou um olhar lateral.

  4. 4

    Leve sua câmera para um passeio e olhe por pequenas figuras dentro de uma grande imagem. Lembre da imagem de Cartier-Bresson de um homem pulando sobre uma área inundada. Procure por multidões indo pegar o ônibus e inclua seu destino na frente. Um casal de idosos de mãos dadas no parque. Talvez ela esteja segurando uma flor - é o aniversário deles? Ele acabou de pedi-la em casamento? Estarão eles visitando o lugar de seu primeiro encontro depois de muitos anos? Se você está fazendo perguntas enquanto fotografa, interprete a cena a sua frente para que então sua foto convide o espectador a fazer as mesmas perguntas.

Dicas & Advertências

  • Tenha o hábito de sempre levar uma câmera com você para onde for. Isso é melhor do que chutar a si mesmo por ter perdido uma oportunidade de uma boa foto.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível