Cuidados com uma pata-de-elefante

Escrito por victoria lee blackstone | Traduzido por nicolas sales
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Cuidados com uma pata-de-elefante
Plantas da família agave adaptam-se à chuvas infrequentes (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Pesquisando sobre maus cuidados que matariam a maioria das plantas caseiras está a descrição de Gerald Klingaman sobre a Beaucarnea recurvata, ou pata-de-elefante. Como uma planta nativa do deserto, a pata-de-elefante está acostumada a condições áridas - uma planta perfeita para jardineiros que esquecem de regar suas plantas. Klingaman, um horticultor aposentado da Universidade do Arkansas, exalta as virtudes desta planta tropical que parece uma aranha em forma de árvore.

Outras pessoas estão lendo

Plantas-aranha e plantas-rabo

Outra planta na forma de aranha, a Clorophytum spp., é nativa da África do Sul mas não cresce em forma de árvore. As folhas da para-de-elefante têm uma aparência similar à de uma aranha à Chlorophytum, mas elas se estendem do topo de um tronco de árvore. Classificada na família agave, a pata-de-elefante não é uma palmeira verdadeira. Em seu habitat natural nativo no México, a base do tronco pode alcançar 1,20 m para funcionar como um armazém para água adaptado à seca. A folhagem é normalmente verde, com algumas variações indo de creme e verde ou tons de vermelho.

Cultura

No méxico, as patas-de-elefante chegam a alturas de 9 m. Nos Estados Unidos, esta palmeira é extremamente fácil de ser criada em casa e raramente excede 2,4 m em um recipiente. Com preferência a locais com muita luz, a pata-de-elefante resiste a períodos com pouca luz, especialmente durante meses frios. Esta planta casca-grossa resiste a rega infrequente e precisa de solo com uma boa drenagem e recipientes com buracos de drenagem. Parente da Yucca spp., palmeiras pata-de-elefante têm folhas com textura áspera que podem machucar os dedos e provocar cortes.

Pestes

Poucos insetos e doenças infectam a palmeira pata-de-elefante. Insetos-escama, conchonilha e ácaros podem necessitar de um controle ocasional. Sprays inseticidas leves e óleos horticultores diluídos oferecem proteção orgânica contra pestes quando usados de acordo com as instruções do fabricante. As palmeiras pata-de-elefante não gostam de solo molhado; assim, deixe o solo completamente seco entre as regas e então regue com moderação. As raízes e troncos basais são suscetíveis a apodrecimento se as plantas crescerem em um solo constantemente molhado, fazendo a rega excessiva uma comum assassina das palmeiras pata-de-elefante.

Propagação

Uma característica interessante da pata-de-elefante é a produção de filhotes, ou ramos, que se formam fixadas em suas plantas pais. Os jardineiros podem deixar os ramos afixados ou removê-los para começar novas plantas. O Dr. Curtis Smith, da Universidade do Estado do Novo México, recomenda a alporquia como um método de propagação próspero para as patas-de-elefante. Enquanto afixadas às plantas pais, circule a base de um ramo com musgo esfagno e molhe diariamente. Quando raízes formarem-se no musgo, remova os ramos de seus pais e coloque em um recipiente separado.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível