Cura da overdose de Cymbalta

Escrito por diane makar murphy | Traduzido por josciel sousa
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Cura da overdose de Cymbalta
A Cymbalta pode causar overdose (Pixland/Pixland/Getty Images)

Se você ou um ente querido seu for diagnosticado com desordem depressiva maior, desordem de ansiedade generalizada, fibromialgia ou dor neuropática periférica diabética, o médico pode prescrever Cymbalta. Cymbalta é o nome comercial da duloxetina, um inibidor seletivo da recaptação de serotonina e norepinefrina (ISRSN). Ela está disponível na forma de cápsula de liberação prolongada em três dosagens: 20 mg, 30 mg e 60 mg. A dosagem é extremamente importante, assim como a monitoração das interações medicamentosas, para que não ocorra overdose.

Outras pessoas estão lendo

Cymbalta

Frequentemente prescritos para tratar depressão, os ISRSNs funcionam bloqueando a reabsorção de bioquímicos pelos neurotransmissores, deixando mais dessas substâncias disponíveis para o cérebro. Como resultado, eles agem como antidepressivos e inibidores de dor. Na melhor hipótese, eles ajudarão a elevar o humor e mantê-lo em níveis ótimos. No entanto, em casos de overdose, a duloxetina é uma ameaça e, em casos raros, pode ser fatal. Além disso, tomar Cymbalta junto com certas drogas pode levar a overdose.

Sintomas de overdose

Procure esses sinais: sonolência extrema, convulsões, desmaios, palpitações e vômitos. Se você suspeitar que algum desses sintomas é causado por uma overdose de Cymbalta sozinha ou em combinação com outros medicamentos, contate seu médico imediatamente. Um médico irá procurar por hipotensão (pressão sanguínea baixa) ou hipertensão (pressão sanguínea alta). Em casos extremos, pode ocorrer coma, indicando overdose.

Síndrome da serotonina

Além disso, se a overdose fizer o corpo ter muita serotonina, pode ocorrer a síndrome da serotonina. Os sintomas dessa síndrome incluem agitação, inquietação, diarreia, batimentos cardíacos rápidos, temperatura elevada, alucinações, náusea, reflexos aumentados, perda de coordenação e alterações rápidas na pressão arterial. Em caso de algum desses sintomas ou sinais, ligue para a emergência imediatamente. Se o paciente estiver inconsciente ou não estiver respirando, ligue para 192 e siga os procedimentos padrões de primeiros-socorros necessários para restaurar a abertura da via aérea, respiração não restrita e batimento cardíaco constante. Monitore os sinais vitais.

Cura da overdose de Cymbalta
Grave o número da emergência em seu celular

Cura

A cura para overdose de Cymbalta varia, baseada no exame. Os pacientes são geralmente hospitalizados por pelo menos 24 horas para observação. Carvão ativado pode ser usado para absorver a duloxetina do estômago e do intestino. Se ocorrer a síndrome da serotonina, o tratamento com a anti-histamina cyproheptadine e o controle da temperatura corporal podem ser usados. Em caso de overdose, o seu médico pode considerar a hipótese de interação com outras drogas, para que isso não se repita.

Recomendações

O National Institutes of Health recomenda que as prescrições de Cymbalta sejam escritas com as menores doses possíveis para ajudar a prevenir a overdose acidental. Além disso, você deve contar ao médico todos os medicamentos que está usando. Gravar o número da emergência também é uma boa ideia.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível