Definindo doenças fúngicas parasitárias

Escrito por michelle kerns | Traduzido por jesse mourao
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Definindo doenças fúngicas parasitárias
Alguns grupos de pessoas são mais suscetíveis a doenças causadas por fungos parasitas (Photos.com/Photos.com/Getty Images)

Doenças fúngicas parasitárias é um termo geral usado para descrever as condições médicas resultantes de infecções por fungo em um hospedeiro humano. Dos três tipos diferentes de fungos, uma categoria em particular faz com que as condições com cada espécie cause uma doença diferente, com sintomas distintos. Alguns grupos de pessoas são mais suscetíveis a doenças causadas por fungos parasitas.

Outras pessoas estão lendo

Aspectos

A maioria das espécies de fungos existe em uma relação simbiótica com o hospedeiro. Enquanto os fungos micorrízicos cooperam com hospedeiro vivo e os fungos saprófitas vivem nos restos de um hospedeiro morto, os fungos parasitas sobrevivem fora de um hospedeiro vivo, causando ao mesmo tempo danos a ele. Os fungos parasitas podem ser divididos em duas categorias principais: ascomicetos e basidiomicetos. Quando pessoas são infectadas com fungos de uma destas categorias, podem desenvolver um certo número de condições médicas, algumas das quais podem ser fatais.

Tipos

Os fungos parasitas mais comuns que infectam os seres humanos incluem os aspergillus, candida, cryptococcus, histoplasma, pneumocystis e micetoma. Alguns destes fungos resultam em problemas médicos sérios, outros causam problemas persistentes na pele, cabelo ou unhas.

Graves doenças fúngicas parasitárias

Um certo número de doenças potencialmente fatais pode resultar de certos tipos de infecções fúngicas parasitárias. Estas doenças incluem a aspergilose, que pode causar problemas pulmonares graves e danos no fígado e nos rins; doença criptocócica, que pode resultar em meningite com risco de vida, e doença de Lutz-Splendore-Almeida, causada pelo paracoccidioidomicose. Quase todas as doenças graves causadas por fungos parasitas são contraídas quando o indivíduo inala os esporos do fungo para seus pulmões.

Doenças fúngicas parasitárias superficiais

Alguns tipos de fungos parasitas causam doenças de pele, cabelos ou unhas, que são menos graves. Exemplos desses tipos de doenças fúngicas incluem o pé de atleta, que pode afetar a pele dos pés e da virilha; e a micose, que causa manchas pruriginosas vermelhas na pele. Essas doenças superficiais podem ser tratadas eficazmente com medicamentos antifúngicos.

Riscos

Mesmo que qualquer pessoa possa contrair uma doença fúngica parasitária, os indivíduos que têm um sistema imunológico comprometido ou fraco são particularmente suscetíveis à infecção com fungos. O exemplo mais comum são pessoas que têm doenças como o HIV, AIDS, linfoma ou leucemia e as pessoas que utilizam os medicamentos imunossupressores para o tratamento de uma condição clínica ou doença autoimune. Estes medicamentos incluem medicamentos de quimioterapia, glicocorticoides e drogas antirreumáticas.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível