Como descobrir quem liga para mim de um número privado?

Escrito por thomas mcnish | Traduzido por victor o. barbosa
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como descobrir quem liga para mim de um número privado?
Revele a identidade do número restrito e livre-se da preocupação (Getty Images)

Qualquer pessoa com um telefone pode discar "#31#" antes do número de alguém e, ao invés de ter sua identidade revelada, o número aparece como "Privado", "Desconhecido" ou "Confidencial". Essa situação pode ser chata de tempos em tempos, mas, depois de receber repetidas ligações da mesma pessoa, começa a passar de um simples aborrecimento para algo mais grave. Existem algumas maneiras de revelar a identidade por trás de um número restrito, e o método que você escolher deve ser baseado na gravidade das chamadas.

Nível de dificuldade:
Moderadamente fácil

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Mantenha um registro de todas as datas e horários em que você recebeu chamadas telefônicas confidenciais. Essas notas serão de grande valia quando você estiver falando com sua operadora ou com a polícia.

  2. 2

    Ligue para a operadora de sua linha telefônica, seja ela de telefone celular ou fixo. Ofereça ao atendente as informações de dias e horários em que as chamadas foram recebidas e solicite a informação da origem delas. Contudo, tenha em mente que a operadora não está obrigada a revelar essas informações devido ao chamado sigilo do cliente telefônico.

  3. 3

    Entre em contato com a polícia se sentir que você, seus entes queridos ou sua propriedade estão em potencial perigo. Falar com a polícia deve ser o último recurso, mas isso deve ser feito imediatamente se você estiver com medo. Vá à delegacia mais próxima e relate os eventos. Se puder oferecer informações que confirmem o teor das chamadas, um Boletim de Ocorrência será emitido. Com ele, você pode requisitar a sua operadora a quebra do sigilo das chamadas. Para recolher provas das ameaças, uma boa ideia é gravar as ligações e apresentar testemunhas.

  4. 4

    Se você tiver o serviço de identificação de chamadas, consulte sua operadora a respeito da funcionalidade de transferência de ligações. Assim, ao não atender chamadas de um número confidencial em seu telefone fixo, elas podem ser transferidas para seu telefone celular, por exemplo. Como esse serviço tem um custo, cada ligação deverá ser discriminada em sua conta de telefone, onde você poderá verificar quem ligou de um número restrito. Nota: antes de contratar o serviço, pergunte a sua operadora se os números confidenciais transferidos aparecerão em sua fatura de telefone.

  5. 5

    Caso não puder identificar a origem das ligações, e elas forem persistentes, você pode consultar sua operadora a respeito do serviço de bloqueio de chamadas. Caso essas ligações forem feitas para seu celular, você pode utilizar a função de bloqueio de chamadas confidenciais. Para isso, consulte o manual do seu aparelho.

Dicas & Advertências

  • Analise suas opções ao tentar identificar a origem de uma chamada telefônica. Se o teor dessas ligações não oferecer risco a você ou a sua família, considere esperar que chamadas parem.
  • Se você suspeita que as ligações recebidas sejam de um ex-namorado ou namorada, buscar as autoridades policiais pode ser desnecessário.
  • Se as ligações persistentes de números confindenciais incomodam muito, uma boa ideia pode ser não atendê-las. Se no seu telefônico fixo não há um serviço de identificação de chamadas, você não poderá saber se elas são confidenciais. Nesse caso, entre em contato com sua operadora para consultar mais informações sobre a contratação do serviço, que deve ter um custo adicional.
  • Comprar o aparelho conhecido como BINA não é a melhor opção para revelar a origem de uma chamada telefônica restrita. O aparelho não é capaz de indicar a origem dessas ligações.
  • Ao receber chamadas confidenciais, não forneça dados pessoais seus, de amigos ou parentes. Esquemas criminosos podem utilizar essas informações no futuro para ameaçar você ou pessoas próximas.
  • Não ligue para a operadora ou contrate qualquer serviço se você achar que está em perigo iminente. Nesse caso, ligue imediatamente para a polícia.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível