Como destilar vinho

Escrito por paul parsons | Traduzido por joan diaz
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

Destilar vinho é uma arte antiga como o próprio tempo... e moldada pelo próprio tempo. Os gregos e romanos faziam isso séculos atrás e a prática segue inalterada nos dias de hoje. A destilação de vinho é um processo que aumenta a "pureza alcoólica" da bebida, sendo medida em percentuais. Destilar vinho é desafiante e vai levar algum tempo para você ganhar experiência e dominar a arte.

Nível de dificuldade:
Moderadamente desafiante

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Vinho fermentado
  • Caldeira IVA de cobre
  • Termômetro submergível
  • Tubo espiral
  • Condensador de cobre
  • Hidrômetro
  • Cuba coletora

Lista completaMinimizar

Instruções

    Começando

  1. 1

    Coloque aproximadamente de dois a três litros de vinho fermentado de uva em uma caldeira hermética de cobre.

  2. 2

    Aqueça a caldeira em temperatura alta, aproximadamente a 38°C ou mais, usando um sistema de aquecimento a gás. Uma alternativa mais tradicional é usar uma fonte à base de lenha. Embora seja opcional, você pode usar um termômetro submergível para medir a temperatura do conteúdo aquecido (vinho fermentado) na caldeira de cobre.

  3. 3

    Aguarde enquanto os seguintes estágios do processo de destilação do vinho ocorrem.

    Enquanto a polpa da uva fermentada é aquecida, o líquido (suco) contido nela irá evaporar. Os vapores irão subir e passar por um tubo angular (similar ao pescoço de um cisne) acoplado na caldeira de cobre.

    Os vapores irão passar por uma tubulação em espiral acoplada a outra caldeira de cobre (condensador) preenchida com água. O propósito desse condensador é o de esfriar o tubo espiral dentro do qual os vapores são formados.

    Devido à ação esfriante do condensador, os vapores se condensam e voltam ao estado líquido. Esse produto final (liquefeito) é o vinho destilado.

  4. 4

    Use uma cuba de coleta de vinho (ou outra caldeira de cobre) para coletar o vinho destilado. Certifique-se de que ela vem com uma tampa hermética. Guarde o vinho destilado em um local seco e frio.

  5. 5

    Meça a percentagem de álcool do vinho destilado. A maioria dos sistemas modernos de destilação de vinho vem com um "hidrômetro", que serve para obter uma medida precisa do álcool contido no vinho destilado.

  6. 6

    Repita o processo de destilação do vinho, pelo menos, por duas vezes para alcançar a percentagem desejada de álcool.

Dicas & Advertências

  • Maçãs, peras e laranjas fermentadas, além de outros vinhos à base de fruta, podem ser destiladas usando o processo descrito acima.
  • A pureza alcoólica do vinho aumenta com a repetição do processo de destilação.
  • Caldeiras de cobre são as mais recomendadas para aquecer vinho fermentado, pois tem a habilidade de eliminar fumaça e odores sulfurosos mais efetivamente que as demais caldeiras de metal.
  • Não aqueça a caldeira de cobre diretamente no fogo depois que alcançar a temperatura desejada. Vapores e álcool produzidos durante o primeiro estágio do processo de destilação do vinho são altamente inflamáveis e explosivos.
  • Não tente destilar vinho a menos que você esteja ciente de todos os aspectos dos diferentes estágios do processo. A destilação pode ser perigosa para quem não tem experiência.
  • Não faça a destilação do vinho com o único propósito de obter percentagens de pureza de álcool muito altas. Verifique com as autoridades locais para determinar o que é legalizado e o que não é. Algumas regiões não permitem nenhum tipo de destilação caseira.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível