Como diagnosticar a tendinite EUC

Escrito por dave brummert | Traduzido por antônio melo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como diagnosticar a tendinite EUC
A tendinite EUC é causada principalmente por ações de uso excessivo, como a digitação repetitiva em que o dedo mindinho é frequentemente utilizado (Visage/Stockbyte/Getty Images)

O extensor ulnar do carpo (EUC) é um pequeno músculo do antebraço que ajuda a prolongar e aduzir a mão. A extensão é a ação de puxar a parte traseira de sua mão para perto de seu pulso, e adução é dobrar a mão para fora em direção ao dedo mindinho. Ele começa no epicôndilo lateral (borda externa) do cotovelo, e termina na base do quinto dedo (o lado superior do dedo mindinho). A tendinite EUC é causada principalmente por ações de uso excessivo, como a digitação repetitiva em que o dedo mindinho é frequentemente utilizado.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Pergunte a si mesmo sobre questões quem ajudem a identificar a causa do problema. O que aumenta ou diminui a quantidade da dor? Com a tendinite EUC, a dor aumentará com o movimento ativo - estender e aduzir a mão - e o alongamento passivo do músculo. Além disso, existe uma histórico de uso excessivo ou lesão com a mão ou pulso?

  2. 2

    Olhe para qualquer coisa que não corresponde à sua mão não lesionada, tais como inchaço, vermelhidão ou deformidade. Com tendinite EUC, algum inchaço pode ser visto no pulso ou no dorso da mão, ou pode não haver inchaço. Observe se você está usando a mão lesionada de forma diferente do que a mão não lesionada, pois isso pode ser o resultado ou eventual causa de outra lesão.

  3. 3

    Use os dedos da mão não lesionada para pressionar ao longo do comprimento do músculo, a partir da extremidade externa do cotovelo, e continue abaixo do punho, finalizando na parte traseira do dedo mindinho. Os pacientes com tendinite EUC geralmente relatam aumento da dor quando se pressiona no próprio tendão. Você também pode sentir algum "trituração" ou inchaço quando o teste é realizado. Ambos os sintomas são condizentes com a tendinite EUC.

    Para localizar o músculo e o tendão, estenda apenas o seu dedo mindinho, mantendo os outros dedos e pulso no lugar. Coloque os dedos da outra mão suavemente no topo do pulso da mão lesionada (perto da extremidade externa, praticamente em linha com o dedo mindinho) e estenda repetidamente este dedo; você deve sentir o tendão se movendo ligeiramente abaixo de seus dedos.

  4. 4

    Para testar o músculo EUC especificamente, coloque a palma da mão para baixo sobre uma mesa ou escrivaninha, com a mão fora da borda. Mantenha o pulso reto e deixe o punho solto com todos os dedos, mas estenda apenas o dedo mindinho. Usando a mão lesionada, pressione suavemente o dedo mindinho um pouco além de onde o dedo se conecta à mão. Tente resistir a este movimento com o mindinho da mão lesionada. Se houver dor com este teste, é provável que o EUC esteja envolvido.

  5. 5

    A mão é controlada por um grande número de músculos que se encontram perto uns dos outros, e é difícil para pessoas sem experiência médica - e, por vezes, mesmo para aqueles com experiência - diagnosticar corretamente as lesões no pulso ou na mão. Estes testes são projetados apenas para ajudá-lo caso você suspeite de uma lesão de tendinite para este músculo em particular. Se a dor é grave ou está acompanhada por uma perda de função ou deformidade, consulte um médico para o tratamento.

Dicas & Advertências

  • Os sinais gerais e sintomas de tendinite incluem dor, que pode ser constante e latejante ou aguda e penetrante, inchaço, crepitação (este é o "trituração" que às vezes pode ser sentido quando o músculo é utilizado), e fraqueza muscular devido à dor.
  • É possível fazer uma lesão maior na tentativa de testar ativamente os músculos envolvidos. Se houver uma ruptura do músculo, um rasgão no tendão ou prejuízo para a bainha que cobre o tendão, os testes mencionados aqui não são recomendados. Como sempre, se você suspeitar de uma lesão, o melhor curso de ação é consultar um médico.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível