Mais
×

Dieta para cães com inflamação da glândula anal

Atualizado em 17 abril, 2017

Se as glândulas anais do seu cão estão inflamadas, você saberá facilmente disto. Você pode observá-lo arrastando o traseiro no chão, mordendo-o, ou mastigando folhas de grama, em um esforço instintivo para firmar as glândulas e aliviar o desconforto anal. Em alguns casos, elas podem precisar ser drenadas manualmente, mas, por vezes o problema irá sarar sozinho. Alimentar seu cão com uma dieta rica em fibras, proteína animal e ácidos graxos é a melhor maneira de manter suas glândulas anais funcionando sem problemas.

Uma dieta rica em fibras irá manter o bom funcionamento da glândula anal do seu cão (Photodisc/Photodisc/Getty Images)

Ração para cachorro rica em fibras

As glândulas anais do seu cão proporcionam uma dupla função: primeiro, o poderoso aroma que liberam quando são estimuladas, ajuda a marcar o território; em segundo lugar, quando ativadas pelo atrito das fezes adequadamente firmes, elas lançam um lubrificante que facilita a excreção. A maioria das marcas de loja de ração de cachorro é rica em carboidratos, mas pobre em fibras. Escolha uma rica em fibras, como as marcas orgânicas. Além dessas existem a "Canine Formula", da Purina, ou a específica da PetAlive, que ajudarão o cão a manter as fezes firmes, ativando o funcionamento saudável da glândula anal.

Frutas e legumes

Você não precisa trocar de marca de ração para cães para colocar alimentos ricos em fibras na dieta de seu animal. É uma boa ideia introduzir a fibra lentamente, de modo que seu cão possa ajustar a digestão. Pique uma maçã, ou outra fruta ou legume rico em fibra, e misture-o direto na tigela de comida de seu cão, juntamente com a ração normal. A fibra da fruta irá firmar suas fezes sem constipá-lo, e ele nunca vai saber que a adição doce na sua refeição é boa para sua saúde.

Seja criativo sobre a adição de alimentos de origem vegetal rica em fibras à dieta do seu cão. Outras frutas e vegetais que podem ser incluídos são as peras, as abóboras, a batata doce e o feijão verde. A abóbora enlatada, não aquela utilizada como recheio de torta, pode ser uma combinação útil de fibras e beta-caroteno para complementar a dieta do animal.

Maçãs e peras podem ser adicionados à alimentação do seu cão para aumentar lentamente o consumo de fibra (George Doyle/Stockbyte/Getty Images)

Semente de linhaça

Da mesma forma que promove a digestão saudável em seres humanos, a semente de linhaça adicionada a uma tigela de alimento para cães, irá ajudar a digestão do seu animal também, o que é essencial para a função saudável da glândula anal. Moa as sementes antes de aspergir uma ou duas colheres de sopa na comida do cachorro. Para ter um estímulo extra de Omega-3 - os ácidos graxos, compre-as já em forma de óleo. Ele não contém fibras, mas é bom para a saúde geral do seu cão - você vai notar na pele, no pelo e no nível de energia. Essa alta energia exigirá que se aumente os níveis de exercício, o que também torna essencial ter uma digestão saudável. Certifique-se de guardar as sementes de linhaça ou o óleo em um lugar fresco e seco, pois eles podem ficar rançosos e tornar-se ineficazes rapidamente.

Polvilhe semente de linhaça na comida do seu cão. A fibra vai fazer bem a ele (Jupiterimages/Brand X Pictures/Getty Images)

Ovos cozidos

Intestinos saudáveis ​​significam função saudável da glândula anal, e os ovos são uma proteína de fácil digestão, bom para os movimentos peristálticos. Se o seu cão tem dificuldade em manter a função intestinal regular, substitua a proteína animal de costume, por um par de ovos cozidos. A maioria dos cães adora o sabor de ovos, então use-os como um lanche da tarde ou um petisco pós-treino. Apenas certifique-se cozinhá-los bem, pois ovos crus podem esgotar a vitamina B3 do animal.

Ovo cozido é uma proteína de fácil digestão (Hemera Technologies/Photos.com/Getty Images)
Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article