Não à dieta do carboidrato

Escrito por lee tea | Traduzido por nádia abreu
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Não à dieta do carboidrato
Uma dieta sem carboidratos pode ser prejudicial à saúde (Photos.com/PhotoObjects.net/Getty Images)

Por várias décadas a redução da ingestão de carboidratos tem levado várias pessoas a um método de perda de peso eficiente e bem sucedido. A redução da ingestão de carboidratos em geral realmente ajuda na redução do peso, mas é importante lembrar que uma dieta na qual carboidratos não são consumidos pode ser perigosa à saúde, assim como impossível de ser seguida.

Outras pessoas estão lendo

Sem carboidratos ou pouco carboidrato?

Essencialmente, uma dieta sem carboidratos inclui somente derivados de carne. Todos os vegetais, frutas, legumes, ovos e até mesmo produtos derivados do leite deveriam ser eliminados para que uma dieta seja verdadeiramente livre de carboidratos, pois todos esses alimentos contém uma pequena quantidade dessa biomolécula. Obviamente essa dieta não é saudável e nem nutritiva, pois ela é deficiente em vário nutrientes vitais.

É possível reduzir o consumo de alguns tipos de carboidrato para que você emagreça mas também fique mais saudável sem se tornar exclusivamente carnívoro. Se incluir algumas frutas, vários vegetais e uma ampla quantidade de derivados do leite e legumes, é possível perder peso sem sacrificar todos, mas somente um grupo de alimentos.

Comidas para a vida: sua dieta básica

Para reduzir sua ingestão de carboidratos, corte da sua dieta açúcares simples como farinha refinada, massas, pães, arroz e batata. Esses alimentos são fontes densas de carboidrato e promovem um aumento nos níveis de açúcar no sangue depois de ingeridos. Substitua esses alimentos por outros mais saudáveis como pães, farinhas e massas integrais, açúcar mascavo e batata doce ou inhame. Mesmo contendo altos níveis de carboidratos, esses alimentos contêm altos níveis de fibras e nutrientes que são mais valiosos para seu corpo. Além disso, eles elevam o nível de açúcar do sangue mais vagarosamente e fornecem uma fonte de energia saudável e constante, o que dá uma impressão de saciedade por mais tempo.

Frutas vermelhas, maçãs, ameixas e pêssegos são permitidas por terem um valor nutricional e níveis de antioxidante muito altos. Assim como alimentos integrais e batatas doce, elas também fornecem uma elevada quantidade de fibras, o que gera a sensação de saciedade por mais tempo depois de ingeridos, o que resulta na perda de peso para muitas pessoas.

Proteínas naturais e fontes de gordura como ovos, carnes magras, peixe e derivados do leite também são escolhas excelentes se estiver controlando o consumo de carboidratos. Eles têm uma quantidade de proteína elevada e níveis de gordura moderados; você também se sentirá saciado por mais tempo, o que indica que dificilmente comerá em excesso mais tarde.

Nozes e sementes também são ótimos lanches com níveis baixos de carboidrato que saciam devido a seus níveis balanceados de concentração de proteína, gordura e fibras. Colocá-los nas saladas ou refeições é um jeito saudável de certificar-se de que seu corpo está recebendo o que ele realmente necessita, além de dar um toque crocante aos pratos.

Se deseja alguma coisa doce e rica, controle sua vontade com soluções como iogurte ou sorvete sem açúcar, um tablete ou dois de chocolate amargo, frutas vermelhas frescas ou um pudim com pouco açúcar feito com leite desnatado.

Tome cuidado e trate-se

Para controlar sua ingestão de carboidrato é essencial que verifique a quantidade de carboidrato dos alimentos (até mesmo as versões integrais) que estiver consumindo. Se você não se exercita intensamente, deve comer três porções ao dia (lembre-se de que um sanduíche feito com duas fatias de pão integral conta como duas porções).

É realmente mais saudável escolher alimentos integrais e batatas doce por suas qualidade nutricionais, porém verifique se não está exagerando. Se você for comer massa no jantar, certifique-se de comer somente uma porção. Lembre-se de acompanhar a massa com um molho rico em proteína, uma salada grande e frutas para sobremesa, ao invés de se encher de carboidratos através de pães de alho ou gressinos que são gordurosos e não têm nenhum valor nutricional.

Você deve querer evitar doces e assados sempre que possível. Mas com responsabilidade, esses produtos podem ser consumidos; lembre-se de que essas guloseimas são somente mimos. Comer uma bolacha algumas vezes no mês não prejudicará sua dieta se você estiver tomando conta da sua ingestão de carboidratos. Mas uma bolacha ao dia pode levar a um desejo de consumir doces, o que pode resultar em níveis altos de açúcar no sangue, podendo levar a diabetes e problemas no coração. Você pode comer pequenas porções desde que elas não sejam diárias e nem mesmo semanais.

Somente com a redução na ingestão de carboidratos pode-se perder peso sem sacrificar os alimentos que gosta. Você também pode fazer essa dieta durante a vida toda, pois ela foca em alimentos que nutrem seu corpo e ainda possibilita comer algumas guloseimas ocasionalmente.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível