Qual a diferença, em decibéis, entre um amplificador de som de 200 W e um de 100 W?

Escrito por david lipscomb Google | Traduzido por gabriela drumond
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Qual a diferença, em decibéis, entre um amplificador de som de 200 W e um de 100 W?
É possível dobrar a potência de um amplificador para gerar um maior volume sonoro (Medioimages/Photodisc/Photodisc/Getty Images)

A potência de um amplificador é uma característica importante a se considerar quando se quer levar potência aos alto-falantes. Todos os alto-falantes têm uma faixa de potência ideal, e é crucial se assegurar que você não está alimentando de mais ou de menos seu equipamento para garantir a melhor qualidade de som possível. Assumindo que o alto-falante seja compatível com um amplificador de 200 W, você notará um aumento de volume de dinâmica quando comparado ao uso de um modelo equivalente de 100 W. Esse aumento no volume e dinâmica sonora pode ser medido em decibéis (dB).

Outras pessoas estão lendo

Como a potência é medida

A potência descrita em amplificadores é logarítmica. Isso quer dizer que um pequeno aumento no volume ou na amplitude sonora requer um aumento grande na potência. Nesse caso, para fazer um amplificador de 100 W duas vezes mais alto sem mudar mais nada, você vai precisar de um amplificador de 200 W. Essa duplicação na potência representa um aumento de três decibéis, ou duas vezes a intensidade de som percebida. O que provavelmente vai mais que dobrar é o custo do amplificador de 200 W em comparação à versão de 100 W.

Nível de pressão sonora

Tendemos a perceber o som em termos de quão alto ou baixo ele é. A pressão sonora, ou SPL, representa em newtons quanta energia é requerida para criar uma certa quantidade de pressão acústica. O resultado é o quão alto percebemos o som. Níveis de pressão sonora que excedem 130 dB só requerem 10 watts de potência, assumindo obviamente que o amplificador e os alto-falantes sejam compatíveis. Aumentar somente 10 dB para 140 dB requer um adicional de 90 watts de potência, representando quase 90% a mais.

Efeito da impedância

Ao aumentar a complexidade da percepção do som audível, é necessário considerar o efeito da impedância dos alto-falantes. Esse parâmetro define o efeito de um objeto sobre uma corrente elétrica. O resultado disso é que alto-falantes de baixos níveis de impedância produzem mais som em média do que as versões de altos níveis de impedância. Acrescentando um alto-falante de 4 ohms em um amplificador de 100 W, por exemplo, é possível alcançar um volume sonoro similar ao de um alto-falante de 8 ohms em um modelo de 200 W, considerando que todo o resto se mantenha igual.

Eficiência

Alto-falantes são classificados em relação à maneira de condução da potência e à sua eficiência em decibéis. Lembrando que a potência é logarítmica, não é necessário grandes melhoras na eficiência para resultar em volume de som consideravelmente mais alto. Por exemplo, medido a um watt e um metro de distância, um alto-falante de 89 dB de eficiência produz um volume de som duas vezes mais alto que um alto-falante de 86 dB. Combinando com a duplicação da potência do alto-falante de 100 W para 200 W, você pode esperar um som quatro vezes mais alto do que entre alto-falantes similares.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível