×
Loading ...

As divas da TV brasileira

Andrejs Pidjass/iStock/Getty Images

Introdução

Elas são ícones do teatro, da TV e do cinema e fazem parte da história da teledramaturgia brasileira. A maioria delas começou a atuar bem cedo e construiu uma carreira sólida, notável e de grandes atuações. As divas da TV brasileira esbanjam talento e são capazes de transformar qualquer papel em um grande personagem. Nossas atrizes, muitas delas ainda na ativa, chegaram a um ponto na carreira que são inspiração para jovens atores e abrilhantam qualquer produção. Confira que são as grandes estrelas da nossa TV.

Sean Gallup/Getty Images Entertainment/Getty Images

Fernanda Montenegro

Fernandona, como é chamada carinhosamente pelos colegas de profissão, é unanimidade. Aos 83 anos, a carioca é considerada tanto pelo público quanto pela crítica a maior atriz brasileira. Sua atuação no teatro, TV e cinema é reverenciada em todo o mundo. Fernanda foi a única brasileira indicada ao Oscar de melhor atriz por sua atuação em "Central do Brasil", filme de 1998, dirigido por Walter Salles. Trabalhou em mais de 50 peças, 16 filmes e 14 novelas e minisséries. Arlette Pinheiro Esteves da Silva, seu nome de batismo, foi casada por 55 anos com o ator e diretor Fernando Torres, que faleceu em 2008, e é mãe da atriz Fernanda Torres e do diretor Claudio Torres.

Rede Globo/João Cotta

Gloria Menezes

Gloria Menezes é um exemplo de vitalidade. A atriz começou a carreira por acaso, e atualmente faz parte do hall das grandes atrizes brasileiras. Ela tem em seu currículo mais de 30 novelas e personagens inesquecíveis como Laurinha Albuquerque Figueroa, de "Rainha da Sucata" (1990), a cafona Rosemere, de "Brega e Chique" (1987), emocionou com a Baronesa, em "A Senhora do Destino" (2004), entre tantas outras personagens. Gloria é casada com o também ator Tarcísio Meira, seu companheiro há 49 anos. Eles são pais de Tarcísio Filho, também ator.

Rede Globo/João Cotta

Marília Pêra

Filha de atores, Marília Pêra praticamente nasceu nas coxias. Aos 4 anos de idade ela subiu ao palco pela primeira vez no papel da filha no drama "Medéia". Com mais de 60 anos de carreira, Marília é considerada uma das atrizes mais completas por ter sido bailarina clássica e ainda cantar, dirigir, traduzir e produzir. Tem em seu currículo trabalhos importantes como a prostituta Suely, de "Pixote", e também grandes divas. Ela encarnou Maria Callas, Dalva de Oliveira, Carmem Miranda e Coco Chanel. Na TV ela fez personagens marcantes como a elegante Rafaela Alvaray, em "Brega e Chique", a Milu, de "Cobras e Lagartos" e Sara Lemos Kubitschek, na minissérie "JK".

Alberto E. Rodriguez/Getty Images Entertainment/Getty Images

Betty Faria

Filha de um militar e uma dona de casa, Elisabeth Maria Silva de Faria, iniciou a carreira de atriz nos anos 1960, interpretando uma secretária na telenovela "TNT". Desde então, não parou. Participou em tramas históricas da TV, como Lucynha, de "Pecado Capital" (1975); Lígia, de "Água Viva" (1980) e a eterna Tieta, novela de 1989. No cinema seus papéis mais marcantes foram Leniza Mayer, em "A Estrela Sobe" (1974) e Salomé, em "Bye Bye Brasil" (1979). Betty foi casada com o ator Cláudio Marzo e com o diretor Daniel Filho e é mãe de Alexandra Marzo e João de Faria Daniel.

TV GLOBO / João Miguel Júnior

Eva Wilma

O que pouca gente sabe é que Eva Wilma é descendente de alemães. Seu pai era metalúrgico em Pforzheim, no sul da Alemanha. Ele veio para o Brasil e em São Paulo conheceu a argentina Luísa Carp e da união, nasceu Eva. A atriz iniciou a carreira no Teatro Brasileiro de Comédia nos anos 1950, mas já havia subido ao palco anteriormente como bailarina. Ao longo da brilhante carreira, foram mais de 30 peças, dezenas de filmes e mais de 60 novelas entre elas "Malu Mulher", a primeira versão de "Guerra dos Sexos", "Sassaricando" e "O Rei do Gado". Eva Wilma foi casada por 23 anos com o ator já falecido Carlos Zara.

Robin Marchant/Getty Images Entertainment/Getty Images

Sonia Braga

Sonia Braga é uma das atrizes brasileiras mais bem sucedidas não só no Brasil, como também no exterior. A paranaense de Maringá iniciou a carreira artística aos 18 anos como a estrela do musical "Hair", no final da década de 1960. No cinema ela atuou em mais de 30 filmes, muitos deles, produções estrangeiras. Na TV ela protagonizou novelas que marcaram época e lançaram tendência, como "Gabriela" e "Dancin’Days". Em 1985, Sonia foi viver nos Estados Unidos e iniciou carreira internacional. Ela chegou a fazer uma participação na série "Sex and the City", onde interpretou uma lésbica brasileira. O cantor Caetano Veloso compôs duas canções inspiradas em Sônia: "Tigresa" e "Trem das Cores". Musa!

TV Globo/Matheus Cabral

Laura Cardoso

Laurinda de Jesus Cardoso Baleroni nasceu em 13 de setembro de 1927 em São Paulo. Sim, estamos falando de Laura Cardoso, uma das atrizes mais respeitadas do Brasil. Ela iniciou a carreira na TV Tupi, em 1952, na telenovela "Tribunal do Coração". Laura tem em seu currículo mais de 20 filmes, entre eles o aclamadíssimo "Terra Estrangeira" (1995) e "A Casa da Mãe Joana" (2008). Na TV, atuou em mais de 50 novelas, como "Pão Pão Beijo Beijo", "Fera Radical", "Rainha da Sucata", "Mulheres de Areia", "Chocolate com Pimenta", "Caminho das Índias", entre outras. Laura foi casada com o ator e diretor Fernando Baleroni e tem duas filhas.

Rede Globo/João Cotta

Marieta Severo

A Dona Nenê do seriado "A Grande Família" é um dos personagens mais queridos da TV brasileira. Porém, sua interprete, a atriz Marieta Severo, tem em sua longa carreira uma galeria inesquecível de personagens. Marieta, que sonhava ser bailarina, acabou virando atriz ao participar do grupo de teatro "Tablado" nos idos dos anos 1950. Ao longo da carreira fez inúmeras peças (muitas delas escritas pelo ex-marido e pai de suas três filhas, o cantor e compositor Chico Buarque), participou de mais de 30 filmes, entre eles o legendário "Todas as Mulheres do Mundo", e fez mais de 20 novelas. Atualmente é casada com o diretor Aderbal Freire Filho.

TV Globo/Raphael Dias

Regina Duarte

A “namoradinha do Brasil”, como muitas vezes foi chamada, Regina Duarte protagonizou personagens históricas. Ela estreou aos 18 anos, na TV Excelsior, na novela "A Deusa Vencida". Fez aproximadamente 40 novelas e personagens inesquecíveis como a Malu, de "Malu Mulher"; a Viúva Porcina, de "Roque Santeiro"; a Raquel Acioli, de "Vale Tudo"; Maria do Carmo, em "Rainha da Sucata", uma das Helenas de Manoel Carlos em "Por Amor" e ainda encarnou Chiquinha Gonzaga. A atriz se envolveu em algumas polêmicas por suas posições políticas. Ela causou furor ao afirmar que tinha medo do que poderia acontecer ao país se o então candidato Lula ganhasse a eleição. Regina é mãe de três filhos: André, Gabriela e João Ricardo.

Flickr: tvbrasil | Attribution-NonCommercial-ShareAlike 2.0 Generic (CC BY-NC-SA 2.0)

Beatriz Segall

Impossível falar de Beatriz Segall e não lembrar da novela "Vale Tudo", em que ela interpretou a maior vilã da TV brasileira, a inesquecível Odete Roitman. Em uma temporada na França, Beatriz conheceu Maurício Klabin Segall (filho do pintor Lasar Segall e da tradutora Jenny Klabin) com quem se casou. Ela tem uma carreira brilhante no teatro, no cinema e na TV. Fez mais de 20 novelas e inúmeros filmes e peças. Nas novelas, depois de Odete Roitman, podemos destacar a Laura , de "Sol de Verão", a Celina de "Dancin’ Days" e a Miss Penélope Brown em "Barriga de Aluguel". Beatriz é mãe de três filhos.

Rede Globo/Alex Carvalho

Nicette Bruno

A carreira da grande atriz brasileira Nicette Bruno começou cedo, aos 14 anos, e muito naturalmente, já que vêm de uma família dedicada às artes em geral. Ela estreou nos palcos como Julieta numa montagem de "Romeu e Julieta" no Teatro Municipal do Rio de Janeiro. Já na telinha ela fez grandes papéis como Isolda, de "Louco Amor"; Fanny, de "Selva de Pedra"; a espevitada Juju, de "Mulheres de Areia" e mais recentemente Iná, de "A Vida da Gente", além de encarnar por quatro anos Dona Benta, segunda edição do "Sítio do Pica-Pau Amarelo". Nicette é casada com o ator Paulo Goulart e mãe de Beth, Bárbara e Paulo Goulart Filho.

TV Globo/João Cotta

Irene Ravache

Irene Ravache sempre quis ser atriz. Aos 18 anos começou a fazer um curso de interpretação na Fundação Brasileira de Teatro, a FBT. Ao longo da carreira, foram inúmeras peças de teatro, novelas, filmes e minisséries. Entre seus papéis mais marcantes está a Leonora, de "Sassaricando"; Lola, de "Éramos Seis"; a Katina, de "Belíssima"; a Clô, de "Passione" e a Charlô, na segunda versão de "Guerra dos Sexos". Em 2008 ela foi indicada ao Emmy por sua atuação na novela "Eterna Magia". Irene é casada há 39 anos com o jornalista Edison Paes de Melo Filho e é mãe de Hiran e Juliano.

Globo/João Cotta

Susana Vieira

Susana Vieira iniciou a carreira artística cedo. Ela estudou balé desde pequena, na Argentina, onde morou, chegando até a se apresentar no Teatro Cólon. Por ser filha de diplomatas, viveu em diversos países como Argentina, Inglaterra e Uruguai e estudou vários idiomas. Sua estreia na TV foi por meio da dança, em 1960, na extinta TV Tupi. Em 1966, ela integrou o elenco das novelas “Alma de Pedra”, “As Minas de Prata” e “Ninguém Crê em Mim”. Com quase 50 anos de carreira, Susana declarou que pretende lançar sua biografia. “Senhora do Destino”, “Mulheres Apaixonadas”, “ Por Amor”, “ Duas Caras” e “Mulheres de Areia”, foram algumas das dezenas de novelas em que a atriz participou.

TV Globo/Estevam Avellar

Arlete Salles

Pernambucana de Paudalho, Arlete Salles exerceu outras atividades antes de tornar-se atriz. Ela trabalhou como assistente odontológica e locutora de diversas rádios. Sua carreira artística começou em 1958, ao integrar a companhia de teatro Barreto Júnior. Em 1967 ela participou da novela “Sangue e Areia”, da TV Globo. Foi a primeira de mais de trinta folhetins exibidos pela emissora, entre eles “A Sucessora”, “Água Viva”, “Louco Amor”, “Tieta”, “Fera Ferida” e o seriado “Sai de Baixo”. Arlete foi casada com o ator Lúcio Mauro, com quem tem dois filhos: Alexandre e Gilberto. É avó de Pedro e Joana. Ela também foi casada no final da década de 1970 com o ator Tony Tornado.