Doenças do tomate encontradas em frutos hidropônicos

Escrito por quentin coleman | Traduzido por agmar vitti
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Doenças do tomate encontradas em frutos hidropônicos
Os tomates são vegetais comuns em quintais (Thinkstock/Comstock/Getty Images)

Os tomates são vegetais comuns em quintais, sendo cultivados em casa e comercialmente. Eles podem ser cultivados em quintais por quase todo o território norte americano e sobrevivem em quase todas as temperaturas e climas. Também são frequentemente cultivados em casas de vegetação e ambientes hidropônicos, incluindo sistemas aquapônicos que sustentam peixes e plantas em um ambiente controlado. Os tomates que crescem em casas de vegetação e sistemas hidropônicos estão sujeitos às mesmas doenças de tomates plantados em ambiente externo, embora a frequência dessas doenças aumente em ambiente externo.

Outras pessoas estão lendo

Doenças virais

Os tomates são vulneráveis a um grande número de patógenos, incluindo o vírus do mosaico do tabaco, o vírus do mosaico do pepino e o vírus Y da batata. Não existe um meio prático de tratar as plantas infectadas com doenças virais. Os tomates infectados geralmente são arrancados e destruídos para evitar que um surto se dissemine para as plantas vizinhas. Os sintomas de infecções virais incluem áreas de descoloração ou listras nas folhas, murcha de massa verde e morte de plantas. O controle de infestações de insetos migratórios sugadores de seiva, como afídeos e ácaros, é fundamental para a prevenção da disseminação de doenças virais, de acordo com a Universidade do estado da Carolina do Norte.

Doenças do tomate encontradas em frutos hidropônicos
Os tomates são vulneráveis a um grande número de patógenos (David Oldfield/Digital Vision/Getty Images)

Podridão de raiz

Os fungos do gênero Pythium estão entre os vários grupos de patógenos que causam a podridão de raiz em tomateiros. O Pythium é uma grave ameaça a tomates cultivados em casas de vegetação e ambientes hidropônicos porque pode sobreviver no solo ou na água por longos períodos. Ele apodrece as raízes e a parte inferior do caule de seu hospedeiro, causando marcas descoloradas nas áreas infectadas. Os fungos Pythium podem se infiltrar nas casas de vegetação durante transplantes ou através de material contaminado, como água e solo não esterilizados, de acordo com o Ministério da Agricultura da Colômbia Britânica. Podridões de raízes são fatais, de forma que plantas infectadas e seus restos devem ser removidos do sistema hidropônico o mais rápido possível.

Doenças do tomate encontradas em frutos hidropônicos
Os fungos do gênero Pythium estão entre os vários grupos de patógenos que causam a podridão de raiz em tomateiros (Ryan McVay/Photodisc/Getty Images)

Doenças de murchas

Os tomates são vulneráveis a vários tipos de murchas que são também causadas por fungos de solo. Uma variedade especializada de Fusarium oxysporum é um parasita de hospedeiro específico em tomateiros. O Fusarium murcha os caules, folhas e frutos do tomateiro, causando a descoloração de folhas e fazendo com que planta inteira murche, de acordo com a Universidade do estado de Iowa. O tecido infectado do caule torna-se marrom e as folhas murcham antes de caírem da planta. Essa doença causa danos devastadores em toda a planta e diminui enormemente a produção de frutos. Uma outra doença, chamada de murcha de Verticillium, também pode infectar os tomateiros. Os sintomas são semelhantes aos da murcha de Fusarium mas a de Verticillium não prejudica o hospedeiro tão rápido quanto o Fusarium.

Doenças do tomate encontradas em frutos hidropônicos
Os tomates são vulneráveis a vários tipos de murchas que são também causadas por fungos de solo (Michael Blann/Digital Vision/Getty Images)

Doenças de manchas nas folhas

As doenças que causam manchas nas folhas são comuns em plantas de jardim, árvores e arbustos. Os tomateiros estão sujeitos a muitas dessas doenças, incluindo a doença da mancha foliar causada pelo fungo Septoria e a mancha bacteriana causada pelo patógeno Xanthomonas campestris. Essas duas doenças causam manchas amarelas e marrons na superfície das folhas. O tecido infectado acaba apodrecendo e murcha à medida que as manchas crescem. As lesões causadas por Septoria possuem centros cinza escuros, enquanto que as causadas por patógenos bacterianos não, de acordo com a Universidade do estado de Iowa.

Doenças do tomate encontradas em frutos hidropônicos
As doenças que causam manchas nas folhas são comuns em plantas de jardim (Comstock/Comstock/Getty Images)

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível