×
Loading ...

Doenças de vinca menor

Atualizado em 19 julho, 2017

Vinca menor é uma bela planta herbácea com folhas verdes e flores de azul a violeta. As plantas chegam a 15 cm de altura e 90 cm de diâmetro. A vinca é uma planta de crescimento rápido e de baixo custo, que é ideal para o paisagismo. Ela cresce e floresce melhor em condições de sombra parcial. Doenças causadas pelo sol e por fungos são os piores inimigos da vinca menor.

A vinca menor é um herbácea popular que se espalha bem (vinca spring flowering carpet image by starush from Fotolia.com)

Identificação

A vinca menor é suscetível a vários tipos de doenças de fungos, que são predominantemente provocadas pelo clima úmido, molhado. Essas plantas mostram sinais marrons-preto de lesões nas hastes, crescimento atrofiado e amarelecimento das folhas. Outros sinais da doença incluem manchas foliares, cancros de caules e escurecimento das pontas das folhas, que as levam a murchar e morrer.

Pontos pretos pequenos podem ser encontrados nas hastes com uma lupa. As folhas tornam-se manchadas e as flores aparecem com listras. Estas doenças podem passar despercebidas no início, quando escondidas sob um novo crescimento.

Loading...

Tipos

A podridão radicular é causada por um fungo patógeno de solo, chamado de Rhizoctonia solani. Ele causa a podridão das raízes de vincas menor, bem como de muitos outros tipos de plantas herbáceas. O crestamento é causado por um fungo Phoma exigua, que cresce e se espalha indefinidamente em condições excessivamente úmidas.

O Botrytis cinerea é outro fungo que ataca as plantas de vinca menor com infecções que aparecem como pragas, manchas foliares e cancros de caules. Úlceras e áster amarelo também podem infectar a vinca menor, atacando as folhas e flores em alguns casos.

Causas

Plantar mudas contaminadas em um viveiro com plantas existentes pode infectar as plantas saudáveis. A superlotação das folhagens e a diminuição da circulação de ar promove doenças de fungos. As más condições meteorológicas em dias molhados, úmidos ou nublados criam um terreno fértil para doenças que afetam a vinca menor.

A irrigação excessiva da planta, deixando as folhas molhadas durante a noite, promove condições indesejáveis. Plantas plantadas muito próximas às outras transmitem facilmente as doenças de uma para outra. Evite regar muito consistentemente as plantas, criando alta umidade e raízes alagadas.

Curas

Uma vez que a podridão radicular se apoderou no solo, há muito poucos fungicidas que são eficazes no combate a esta doença. Você pode usar tratamentos com fungicidas de raiz e no solo antes do plantio.

O crestamento pode ser tratado com o mancozebe, o hidróxido de cobre ou tiofanato-metílico. Você pode minimizar os riscos de infecção por Botrytis removendo as plantas já infectadas. A aplicação de fungicidas deve ser feita assim que os sintomas aparecerem.

Infecções fúngicas graves que causam manchas nas folhas podem ser tratadas com clorotalonil ou iprodione de acordo com as instruções no rótulo.

Prevenção

Observe as plantas cuidadosamente para detectar quaisquer sinais de doença antes de comprá-las. Nunca use um sistema de irrigação suspenso para regar. Remova imediatamente as plantas infectadas para minimizar a propagação da doença.

O fungo prospera em condições úmidas e molhadas, portanto é melhor regar as plantas completamente o mais raramente possível. A irrigação, muitas vezes, retira o oxigênio da zona de raiz e estimula a podridão radicular. Condições de solo pobre e plantas desnutridas aumentam a gravidade das doenças.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...