Possíveis danos a pés de manjericão

Escrito por catherine duffy | Traduzido por vanessa arnaud
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Possíveis danos a pés de manjericão
É importante plantar as sementes a uma distância adequada entre elas para permitir a circulação de ar (Jupiterimages/Polka Dot/Getty Images)

O manjericão cresce naturalmente no sul da Ásia e ao sul do Pacífico. Muitas variedades de manjericão de folha larga (Ocimum basilicum), desde o picante manjericão de canela até o aromático manjericão tailandês, crescem bem em áreas iluminadas e climas quentes. Quando não cuidada adequadamente, a plantação pode estar sujeita a infestações por insetos e doenças.

Outras pessoas estão lendo

Doenças

Infecções fúngicas e bacterianas podem afetar os pés de manjericão. A murcha do manjericão por Fusarium é uma doença fúngica encontrada em plantas pouco espaçadas. O fungo danifica as folhas e o caule, fazendo com que a planta murche, cresça pouco ou até morra. A "podridão cinzenta" é também causada por fungos encontrados no caule e na parte orgânica do solo. Temperaturas altas e umidade contribuem para a proliferação fúngica. Este tipo de infestação por fungos é principalmente encontrado em plantações em estufa, mas também pode ocorrer ao ar livre conforme as condições de cultivo. Pés de manjericão situados em áreas úmidas podem ter suas raízes deterioradas e apresentar uma doença conhecida como "podridão das plântulas". Um sistema de raízes saturado não consegue fornecer adequadamente nutrientes à planta. Assim, ela murcha e morre.

Possíveis danos a pés de manjericão
Umidade e tempo frio podem danificar os pés de manjericão (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Danos às folhas

Plantas infestadas por pulgões apresentam folhas franzidas e murchas, cobertas por uma substância brilhosa. As joaninhas naturalmente controlam a população de pulgões e podem ser bastante úteis se introduzidas em seu jardim. A cigarrinha também pode ser prejudicial por formar buracos nas folhas da planta, além de espalhar infecções virais. Controle os pulgões e as cigarrinhas com óleo de horticultura, sprays botânicos e outros produtos inseticidas. Substâncias como rotenona e piretro também são utilizadas, mas podem ser tóxicas quando ingeridas, portanto, é importante ler as orientações do fabricante.

As lesmas criam buracos nas folhas, mas os danos podem ser limitados por irrigação aérea. Mantenha a plantação livre de entulhos e fragmentos, reduzindo as áreas onde as lesmas podem se instalar. O besouro-japonês também é responsável por causar buracos nas folhas, deixando-as incapazes de desempenhar suas funções. Estes besouros permanecem em estágio de larva por muitos anos. Elas vivem no solo do jardim e infestam as plantas assim que amadurecem. É possível prevenir os danos causados pelo besouro-japonês plantando seu manjericão revezando o solo a cada estação.

Possíveis danos a pés de manjericão
O besouro-japonês cria buracos nas folhas das plantas (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Danos às raízes

Os parasitas nematoides atacam as raízes das plantas causando descoloração. Estes parasitas danificam o tecido da raiz, de modo que a planta não consegue absorver os nutrientes necessários. Com o tempo, as folhas vão se tornando amareladas e fracas pela má nutrição. Felizmente, medidas simples de precaução, como enriquecer o solo com matéria orgânica em decomposição ou a exposição à luz solar por alguns dias podem diminuir a presença destes parasitas nas raízes.

Possíveis danos a pés de manjericão
Mexer o solo ajuda a eliminar parasita nematoides (Hemera Technologies/Photos.com/Getty Images)

Prevenção

Plantas saudáveis são menos susceptíveis a infestações de insetos e doenças, as principais causas de danos aos pés de manjericão. Plante em uma área que recebe seis horas diárias de luz solar durante a estação de crescimento. O solo deve ser úmido e drenado adequadamente. O manjericão não tolera solos saturados e pode desenvolver infecções fúngicas e outras doenças quando exposto a esta condição. Plante as sementes com afastamento de 15 cm a 30 centímetros. Esta disposição permite a circulação de ar, evitando a proliferação de insetos e doenças.

Possíveis danos a pés de manjericão
Pés de manjericão crescem melhor em jardins bem iluminados (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível