Ervas antivirais para HPV

Escrito por owen bond | Traduzido por andrea coronado
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Ervas antivirais para HPV
A equinácea possui propriedades antimicrobianas úteis para aliviar os sintomas do HPV (Hemera Technologies/Photos.com/Getty Images)

O vírus do papiloma humano é responsável por verrugas comuns que se manifestam nas mãos, nos pés e nas genitálias. O HPV pode ser transmitido por contato sexual, e alguns tipos são associados ao câncer cervical. Embora não haja uma cura farmacêutica para o HPV, determinadas ervas com propriedades antivirais podem aliviar os sintomas e, possivelmente, reduzir a carga viral.

Outras pessoas estão lendo

Raiz de equinácea

A equinácea é uma flor roxa que cresce nos campos do centro-oeste dos Estados Unidos. Os nativos americanos usaram essa erva por várias gerações para fins medicinais, mais notadamente para fortalecer o sistema imunológico. De acordo com o livro “Medical Herbalism: The Science and Practice of Herbal Medicine”, a equinácea simula a produção de glóbulos brancos e linfócitos, que têm a capacidade de atacar micro-organismos patogênicos como o HPV.

Raiz de hidraste

A hidraste é uma erva perene da família dos ranúnculos, também usada por suas propriedades medicinais pelos nativos americanos. A raiz de hidraste era tradicionalmente usada para limpar feridas, tratar inflamações e curar problemas de pele, embora suas propriedades antibióticas e antivirais agora sejam mais bem compreendidas. Ela pode ser administrada internamente ou aplicada externamente nas verrugas genitais, onde é eficaz para matar o vírus. Além disso, seu uso pode ampliar os efeitos medicinais de outras ervas de administração concomitante.

Folha de chaparral

Chaparral é um arbusto perene de longa vida com flores amarelas que cresce no México e no sudoeste dos Estados Unidos. Os nativos do sudoeste usavam as folhas de chaparral como tratamento para muitas doenças virais, incluindo doenças sexualmente transmissíveis, tuberculose e catapora. O uso contemporâneo do chaparral provou ter fortes propriedades antivirais, antibacterianas, antifúngicas e antitumorais, conforme mencionado no livro “Medical Herbalism”. O chaparral também é um bom anti-inflamatório e aumenta os níveis de vitamina C nas glândulas adrenais.

Extrato de folha de oliva

O extrato de folha de oliva foi usado medicinalmente por inúmeras gerações no Mediterrâneo e no Oriente Médio, onde as oliveiras crescem comumente. Esse extrato é rico em fitoquímicos e é usado para combater resfriados e gripes comuns. O site Timesonline.co.uk relata que uma pesquisa de 2005 da Southern Cross University, na Austrália, provou que o extrato de folha de oliva possui propriedades antibacterianas, antifúngicas e anti-inflamatórias. Foi demonstrado que o extrato fresco tem uma capacidade antioxidante quase duas vezes maior que a do extrato de chá verde e 400% mais alta do que a da vitamina C.

Astragalus

Astragalus é uma erva medicinal chinesa usada desde os tempos remotos. O astragalus possui propriedades antioxidantes, antimicrobianas e anti-inflamatórias, que reforçam o sistema imunológico e melhoram a capacidade do corpo de combater infecções virais, como o HPV.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível