Como escrever um manual de usuário

Escrito por ehow contributor | Traduzido por josé fabián
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como escrever um manual de usuário
Certifique-se de que seu manual seja breve e preciso (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Escrever um manual de usuário que seja realmente útil requer muito esforço e cuidado. Muitos produtos precisam vir acompanhados dele, desde um simples aparelho de cozinha até um carro esportivo de R$ 100.000,00. No entanto, sem importar a complexidade do produto, aplicam-se algumas regras simples na hora de escrever manuais que são fáceis de seguir e entender.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Conheça o produto sobre o qual você está escrevendo. É fundamental usá-lo ao menos alguns dias antes de criar o manual, de todas as formas imagináveis. Procure os benefícios e cuidados que o envolvem.

  2. 2

    Mantenha um diário. Enquanto usa o produto, tenha ao alcance da mão um bloco de notas e narre sua experiência. Faça anotações sobre os problemas que você teve montando-o, instalando-o ou operando-o. Elas o ajudarão a evitar que o cliente passe por isso também.

  3. 3

    Crie uma estrutura. Isso é muito importante. O manual precisa ser uma ferramenta de referência. Isso significa que deverá ter abas impresas nas bordas de cada página indicando diferentes seções, que devem estar ordenadas para serem encontradas facilmente pelo novo usuário do produto. Algumas abas típicas são: Componentes incluídos Primeiros passos Montagem (ou instalação) Configuração Uso básico Uso avançado Funções especiais Solução de problemas Especificações Lista de partes

  4. 4

    Componentes incluídos. Quando o cliente abrir a caixa, ele precisará saber o que deveria haver dentro, caso falte alguma peça. Liste todas as partes de forma completa e básica, por exemplo: reprodutor, controle remoto, cabo, manual e baterias. Fotografias também são muito úteis, pois alguns usuários sem experiência precisarão de ajuda para identificar as partes. Se o produto precisar ser montado, mostre cada conjunto de partes com descrições dos tamanhos. Por exemplo: parafuso #8 de 3/4 de polegada, quantidade 12.

  5. 5

    Primeiros passos. Todos os dispositivos têm algo que deve ser feito em primeiro lugar. Explique ao leitor o quê, antes de continuar com o manual. Isto pode incluir remover material de embalagem escondido dentro do dispositivo, remover um parafuso ou instalar uma parte antes de começar a usá-lo, por exemplo um cartucho de tinta, ou remover o filme plástico protetor de uma tela ou outras partes.

  6. 6

    Montagem (ou instalação). Use instruções passo a passo (siga o processo enquanto você toma notas e também quando estiver escrevendo o rascunho), mostrando imagens de como conectar ou montar o produto. No caso de softwares, mostre capturas da tela de cada passo da instalação. No caso de conectar ou instalar um dispositivo, mostre como o produto vai sendo montado. As fotos são muito importantes: evite usar desenhos, que geralmente são imprecisos e fora de proporção. Seu manual será melhor se você usar fotografias.

  7. 7

    Configuração. Nesta seção, use instruções passo a passo para configurar o produto. Isso é comum em softwares ou dispositivos controlados por softwares ou firmwares. Pode também se referir à configuração mecânica ou ao ajuste de interruptores, entre outras coisas. Dê detalhes de cada passo com fotos claras ou capturas da tela.

  8. 8

    Uso básico. Liste todas as operações básicas nesta seção, isto é, as que serão usadas mais frequentemente. Se o dispositivo tiver um controle remoto, crie uma barra lateral para explicar que botões são usados para realizar cada ação com ele (se for possível).

  9. 9

    Uso avançado. Nesta seção, liste as operações avançadas do produto. Elas deverão ser utilizadas principalmente por usuários mais experientes. Se o dispositivo é utilizado a partir de um controle remoto, você poderá criar uma barra que explique o que cada botão faz.

  10. 10

    Funções especiais. São aquelas que diferenciam seu produto dos outros. Detalhe nesta seção cada função passo a passo, mostrando como realizar cada procedimento com capturas de tela ou fotos.

  11. 11

    Solução de problemas. Esta seção é uma tabela grande que mostra problemas comuns que o usuário poderá encontrar, com uma causa e solução conhecidas. Tente evitar coisas ridículas como "sem energia = ligue a unidade na tomada". Comece com problemas gerais como "som sem vídeo", "vídeo sem som", "desliga sozinho". Seu produto é único, portanto invista seu tempo para fazê-lo realmente útil nesta parte.

  12. 12

    Especificações. Liste nesta área as especificações elétricas, dimensões físicas, peso, fidelidade (se for aplicável). Também inclua limitações tais como o alcance do som, saída de energia máxima de um amplificador ou velocidade máxima de uma furadora ou serra.

  13. 13

    Lista de partes. Crie uma vista detalhada do seu dispositivo, se não for software. Exiba uma lista detalhada de cada elemento com um número e nome. Esta página deve incluir também um número de telefone, site e endereço de e-mail para obter peças de reposição para seu produto. Não especifique o processo, pois ele pode mudar.

Dicas & Advertências

  • Uma imagem vale mais que mil palavras. Os melhores manuais incuem fotos claras e detalhadas. Use cor se for possível.
  • Organize o manual na ordem em que o usuário buscará as seções da primeira vez que o usar.
  • Use uma linguagem simples. Contrate um revisor que seja fluente na língua em que você está escrevendo.
  • Inclua vários idiomas se for possível.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível