Mais
×

Como escrever partitura para bateria

Atualizado em 23 março, 2017

Há um sistema de notação musical para bateria baseado no sistema padrão para outros instrumentos. O sistema para bateria tem sido utilizado desde a inserção da notação musical moderna no século 16. A maioria dos bateristas não leem nem escrevem música e confiam em seu próprio senso de ritmo para tocar as canções, mas muitos estão começando a perceber os benefícios da leitura da notação musical básica para o instrumento. Você pode escrever uma partitura para bateria de uma forma que você possa compartilhar com outros músicos.

Instruções

Partitura para bateria (http://linkwaregraphics.com/music/notation/, http://www.morguefile.com/)
  1. Use a pauta musical padrão para anotar a parte da bateria. A pauta consiste em cinco linhas e quatro espaços. Os musicistas a dividem em barras, cada uma tendo um número específico de compasso.

  2. Entenda a notação musical básica. As partituras possuem uma assinatura de tempo. Elas têm dois números, um acima do outro, localizados no começo da partitura. Isso significa que cada barra representa quatro compassos e cada barra deve conter quatro compassos. Os quatro compassos podem ser compostos por qualquer combinação de nota e pausa. Os valores comuns de notas são os inteiros, um quarto, um oitavo e um dezesseis avos. Cada valor possui uma pausa correspondente.

    Início da partitura
  3. Escreva a notação do chimbal no primeiro espaço acima da quinta linha da pauta ou no espaço abaixo da primeira linha. A notação é uma haste com um pequeno x como cabeça. Se a nota está abaixo da pauta, você tocará o chimbal com suas mãos, se estiver abaixo, com seus pés. O chimbal é um dos principais elementos rítmicos da bateria.

  4. Faça a notação do bumbo no primeiro espaço da pauta. O bumbo fornece uma base sólida para a maioria das músicas. Se você estiver escrevendo a partitura para dois bumbos, coloque a notação do segundo na primeira linha abaixo da pauta de música padrão.

  5. Coloque a notação para a caixa, que fornece o ritmo de fundo, na terceira linha da pauta. Você pode fazer isso com notação padrão ou escrever com uma haste, um circulo e um x dentro do círculo para indicar baqueta cruzada, que é uma técnica que os bateristas usam para tocar a caixa, cruzando uma mão sobre a outra para acertar a batida.

    Notação para caixa
  6. Use o segundo, terceiro e quarto espaços na pauta. Eles indicam, de baixo para cima, cada um dos tons do tom-tom (baixo, médio e alto).

  7. Use a modulação tradicional para indicar dinâmica na sua partitura. Essas modulações mostram quando tocar mais alto ou mais suave e podem indicar tipos específicos de sons.

    Partitura
Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article