Experimentos sobre eletricidade estática para alunos da 8ª série

Escrito por james stevens | Traduzido por luana ribeiro
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Experimentos sobre eletricidade estática para alunos da 8ª série
O exemplo mais dramático de eletricidade estática é um relâmpago (Comstock/Comstock/Getty Images)

A eletricidade estática é causada por um desequilíbrio de elétrons positivos e negativos que se acumulam em itens não condutores, frequentemente como resultado de uma fricção. Um exemplo é quando você penteia seu cabelo e nota que ele gruda no pente, ou quando você esfrega o pé no chão e toma um choque ao tocar um objeto metálico. A realização de um experimento é um ótimo método de aprendizagem. Existem vários experimentos divertidos que um aluno da 8ª série pode fazer e ao mesmo tempo entender as causas e efeitos da eletricidade estática.

Curvando a água

Esse é um experimento simples que mostra o efeito que a eletricidade estática tem na água. Abra uma torneira para que você tenha um fluxo lento e constante de água. Esfregue dez vezes um plástico ou pente de náilon em um tecido de lã, sempre na mesma direção e não apenas para trás e para a frente. Mova o pente na frente do fluxo de água, mas não toque nela. Conforme o pente se aproxima da água, ela se curvará em direção a ele. Isso acontece devido à eletricidade estática do pente, que tenta se descarregar, de modo a atrair a água em sua direção.

O experimento do sapo

Esse experimento é divertido ao mesmo tempo em que demonstra o efeito da eletricidade estática. Desenhe o contorno de alguns sapos em uma folha de papel e então corte esses desenhos e coloque-os em uma mesa. Encha um balão e amarre sua ponta para selá-lo. Esfregue o balão vigorosamente em seu cabelo por cerca de 15 segundos e então coloque-o perto dos sapos, sem tocá-los. Conforme o balão de aproxima dos sapos, eles começarão a saltar. Isso acontece graças a um desequilíbrio de elétrons no balão e a eletricidade estática que precisa ser descarregada. O balão atrai os sapos de papel e, como são muito leves, eles parecem estar pulando.

Os opostos se atraem

Encha dois balões e prenda um pedaço de corda em suas pontas. Segure-os para que se distanciem 15 cm um do outro. Esfregue um tecido de náilon em um balão e um pedaço de lã no outro. Solte-os e veja que se aproximam até grudarem um no outro. Isso é causado por ambos balões possuírem um acúmulo de estática, porém um deles possuí um desequilíbrio de elétrons positivos, enquanto o outro tem um desequilíbrio de elétrons negativos. Os elétrons de sinais opostos se atraem, o que faz com que os balões se aproximem.

Semelhantes se repelem

Utilize os mesmos balões e deixe-os pendurados pelas cordas. A eletricidade estática se dissipará após alguns minutos, de modo que eles se afastarão até só existir a influência da gravidade. Esfregue os balões com o mesmo tipo de tecido, seja lã ou náilon. Solte-os e dessa vez você verá um oscilando para longe do outro. Ambos os balões possuem um desequilíbrio do mesmo tipo de elétrons, por isso eles se repelem.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível