O que é um filtro subsônico no projeto Tube Box II Pre-Amplifier?

Escrito por tyler lacoma | Traduzido por yago lima
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O que é um filtro subsônico no projeto Tube Box II Pre-Amplifier?
Muitos amplificadores são equipados com filtros subsônicos (amplifier image by Darko Draskovic from Fotolia.com)

O projeto Tube pre-amplifier é criado com um duplo circuito monofásico para garantir clareza, coberto por uma proteção de metal que protege contra o desgaste e ruídos externos. Ele tem também soquetes banhadas a ouro, sondas de alta qualidade e um filtro subsônico que aumenta a qualidade do som. Os filtros subsônicos são aparelhos comuns em amplificadores e sistemas de som similares que ajudam a aumentar a eficiência e reduzir o ruído.

Outras pessoas estão lendo

Filtros susbsônicos

Os filtros subsônicos são um tipo de sistema eletrônico que serve para filtrar sinais desnecessários dos alto-falantes e amplificadores. O som passa por esse "filtro" e sai mais limpo e mais fiel ao original, o que geralmente gera um som mais autêntico dos alto-falantes. O filtro é subsônico porque ele lida principalmente com as baixas frequências que os sistemas de som podem produzir.

Baixas frequências

As baixas frequências dos amplificadores podem facilmente se tornar ruídos durante uma gravação ou reprodução. Os ruídos aparecem por toda a gravação e podem criar cada vez mais problemas. Isso geralmente acontece com instrumentos graves ou efeitos que diminuem a frequência do som para níveis menores, tais quais o amplificador não consegue reproduzir corretamente. Um filtro subsônico pega essas baixas frequências antes delas se tornarem um grande problema e regula o sinal.

Funcionamento

Tecnicamente, a maioria dos filtros subsônicos são do tipo passa-alto (high pass) da quinta geração e tem uma frequência de corte de 18 Hz. Geralmente, eles funcionam abaixo de 40 Hz e às vezes um pouco acima, para melhorar qualidade das frequências graves. A maioria dos filtros de som é composta por indutores, resistores e capacitores que funcionam em um nível passivo, mas isso não é o suficiente quando se lida com sons de baixas frequências. Então, os filtros subsônicos tendem a ser mais presentes e usar um amplificador operacional para controlar o som com mais precisão.

Potência

A razão já citada para a inclusão de filtros subsônicos é a economia de energia e foco. A maioria das interferências subsônicas que o filtro remove é do sinal, e não da música. A baixas frequências, o som tende a criar um barulho que não tem utilidade, a não ser para tirar a potência do amplificador. Quando o filtro remove esse barulho abaixo do nível dos 40 Hz, a potência do amplificador é concentrada para reproduzir melhor as frequências desejadas.

Sistemas estéreos

Para sistemas monofásicos, como o Project Tube Box II, o sistema básico de filtro funciona bem. Entretanto, os sistemas estéreos geralmente requerem dois filtros subsônicos separados, um para cada canal. Nesse caso, é importante comprar um sistema que já inclui dois filtros, porque qualquer diferença entre eles pode afetar o que as baixas frequências fazem com os alto-falantes e também como o sistema estéreo se comporta.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível