O que é flash TTL?

Escrito por gwen wark | Traduzido por barbara almeida
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O que é flash TTL?
Saiba mais sobre o flash TTL (Hemera Technologies/PhotoObjects.net/Getty Images)

Medição através da lente, também conhecida como TTL (through-the-lens), é um método de medição de luz para fins de exposição fotográfica. No sistema de medição TTL, a luz é medida usando um medidor de luz dentro da câmera, dispensando a necessidade de usar um medidor de mão separado. A luz entra nas lentes fotográficas e é lida pelo medidor, que gera uma exibição por meio de um indicador ou mostrador visível através das lentes. O flash TTL é um tipo de flash que é medido usando a medição através das lentes. No flash TTL, a cabeça do flash funciona com o sistema interno de medição da câmera, para determinar a quantidade de flash para uma exposição adequada à cena.

Outras pessoas estão lendo

História

Antes da invenção do flash TTL medido, o fotógrafo tinha que calcular manualmente a quantidade de flash correta com base na medição de luz ambiente. Esse método exigia paciência e tempo extra e estava propenso a erro matemático. O primeiro flash TTL foi desenvolvido pela Olympus em meados dos anos 1970, com a introdução do OM-2. Essa tecnologia foi rapidamente adotada por outros fabricantes de câmera. Desde então ele se tornou o padrão para unidades de flash embutido e fora da câmera.

Processo

A medição de flash através das lentes usa um sensor OTF ("off-the-film") para detectar a luz refletida fora do filme exposto em tempo real. Esse sensor determina o comprimento e a força do pulso emitido pelo tubo de flash, eliminando a necessidade de o fotógrafo calcular essa medida. Sensores OTF ainda estão presentes mesmo em equipamentos modernos de câmera digital e a teoria da medição de flash TTL continua a mesma, seja em câmeras que usem filme ou sensor de imagem digital para captura de imagem.

Tipos de TTL

O conceito original de TTL é às vezes referido como "TTL padrão". Muitas unidades de flash modernas também têm a capacidade de usar uma configuração conhecida como "TTL avançado". Na medição TTL avançado, a unidade de flash dispara um ou mais "pré-flashes" de luz infravermelha ou branca antes de expor o filme. Isso é então usado para determinar uma distância aproximada do assunto principal da composição, que por sua vez é usado pela câmera para determinar configurações, como abertura, quando estiver no modo semi ou totalmente programado. Depois que a distância e as configurações forem determinadas, o flash A-TTL funciona da mesma forma que um flash TTL padrão, usando o sensor OTF para determinar a força e a duração do pulso.

Vantagens

A vantagem de usar um sistema de medição de flash através da lente é que o fotógrafo não precisa fazer o cálculo da quantidade de flash, o que elimina uma margem de erro. Isso economiza tempo enquanto se fotografa, garantindo a perda de menos ação. Em algumas situações, um flash TTL pode dispensar a necessidade de um medidor de luz de mão, o que significa que menos equipamento precisa ser carregado pelo fotógrafo. Em fotografia básica, a medição TTL assegura uma exposição razoavelmente correta durante o uso do flash.

Desvantagens

As desvantagens da medição de flash através das lentes se encontram nas limitações da tecnologia. Ao usar um medidor de luz interno, o sistema TTL pode ser "enganado" por sujeitos muito claros ou muito escuros, resultando em uma exposição incorreta. Em alguns casos, pode ser melhor para o fotógrafo levar um medidor de luz separado para mais exatidão. Além disso, há a questão da compatibilidade; nem todos os flashes TTL podem ser usados com todos os corpos de câmeras. Essas unidades podem ter funcionalidade nula ou limitada, sendo necessário para o fotógrafo calcular a quantidade de flash manualmente.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível