Educação e ciência

Flores na floresta amazônica

Escrito por kimberly harris | Traduzido por carolina fiuza
Flores na floresta amazônica

Flores da floresta amazônica desenvolveram adaptações únicas para garantir sua sobrevivência

tropical flowers image by Gary from Fotolia.com

A floresta amazônica cobre mais de 405 hectares de terreno e abriga mais de 10 milhões de espécies de plantas, animais e insetos. Ela produz mais de 20% do oxigênio da terra. Mais da metade das plantas do mundo vivem em florestas tropicais. Muitas das plantas com flores encontradas na floresta amazônica desenvolveram adaptações únicas para garantir a sua sobrevivência.

Outras pessoas estão lendo

Orquídeas

As orquídeas representam 8% de todas as flores encontradas no mundo todo. Os cientistas identificaram mais de 10 mil espécies diferentes, e cerca de 10 a 12 mil ainda precisam de identificação. Mais de 70% das orquídeas são epífitas, que são plantas que crescem em um hospedeiro, como um parasita. No entanto, ao contrário de parasitas, epífitas não consomem nenhum nutriente da planta hospedeira; elas recebem seus nutrientes diretamente do ar, da chuva e do composto encontrado nos ramos da árvore. As orquídeas estão bem adaptadas à vida no dossel da floresta. Elas possuem raízes grandes que são capazes de absorver rapidamente a água e os nutrientes. Também possuem um sistema radicular secundário, permitindo a armazenagem de grandes quantidades de água para uso durante os períodos mais secos.

Bromélias

As bromélias são uma outra espécie de epífitas encontradas na floresta amazônica. Estas flores têm folhas grossas de cera que se reúnem no centro e formam um tipo de estrutura parecida com uma tigela que capta e armazena a água da chuva. Algumas das bromélias maiores podem armazenar vários litros de água e, por isso, outros animais e mesmo outras bromélias podem ser encontradas vivendo nesta água. Existem mais de 2.700 espécies diferentes de bromélias, e elas podem ser encontradas vivendo em todas as camadas da floresta tropical.

Vitória-régia amazônica

As folhas da vitória-régia amazônica podem chegar a mais de dois metros de diâmetro e podem suportar o peso de um ser humano adulto. Esta flor desenvolveu uma forma única de garantir a sobrevivência de sua espécie. A flor, que pode ter 30 cm de largura e é do sexo feminino, produz uma bela flor branca na primeira noite. Ela produz uma reação química que libera um aroma quente e atrai o escaravelho. Conforme o dia se aproxima, a flor se fecha, prendendo o besouro lá dentro. No dia seguinte, ela se torna macho e, quando o besouro tenta se libertar, fica coberta de pólen. A flor passa a ser cor-de-rosa, o que não é atraente para o escaravelho, e quando se abre novamente à noite, o besouro voa para outra flor branca, iniciando o processo novamente.

Flores medicinais

Muitas flores na floresta amazônica provaram ter propriedades medicinais. Setenta porcento das plantas identificadas como tendo características anti-cancerígenas pelo Instituto Nacional do Câncer dos EUA são encontradas apenas na floresta tropical. Algumas dessas flores são: Clavillia, que é usada para matar vírus, bactérias, fungos e parasitas; Trílio Branco, que pode ajudar a curar picadas de cobra se as folhas forem mastigadas, a aliviar o parto se as pétalas forem mastigadas e a curar febres se as sépalas forem mastigadas; e a Dedaleira, que contém digitalis, uma substância usada para tratar problemas cardíacos.

Mais galerias de fotos

Comentários

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media