O que AM e FM significam no rádio?

Escrito por lesley henton | Traduzido por luiz afonso de oliveira moura santos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O que AM e FM significam no rádio?
Entenda o que significa AM e FM no rádio (radio image by Allyson Ricketts from Fotolia.com)

Da roda ao carro e do primeiro motor a processadores de computador, há algumas inovações tecnológicas que mudaram para sempre o curso da história humana. Um dos saltos maiores e mais importantes na tecnologia veio quando o primeiro sinal de rádio sem fio foi transmitido. Os meios de comunicação eletrônicos evoluíram desde daquela primeira transmissão, revolucionando a comunicação para os militares, empresas e residências em todo o mundo. A fim de compreender o que se entende por "AM" e "FM", você deve saber as origens da rádio e como o som começa a partir da estação de rádio.

Outras pessoas estão lendo

História

Na década de 1880, o físico alemão Heinrich Hertz foi o primeiro a enviar e receber um sinal de rádio sem fio, mas apenas na distância de seu laboratório. Foi o cientista italiano Guglielmo Marconi que é creditado com o que estabelece as bases para o rádio que conhecemos hoje. Em 1894, Marconi começou a experimentar com o que ficaram conhecidos como "ondas hertzianas" e foi capaz de transmitir ondas de rádio sem fio primeiro ao longo de vários quilômetros e depois ao longo de todo o Oceano Atlântico. Estas transmissões iniciais foram apenas os blips de código Morse, até que na véspera de Natal de 1906 um físico canadense chamado Reginald Fessenden transmitiu os sons da música e voz para operadores de rádio em navios da Marinha. A primeira música tocada foi uma versão violino de "Silent Night".

Nos anos seguintes, as transmissões da New York Metropolitan Opera foram transmitidas e um engenheiro da Westinghouse chamado Frank Conrad começou a tocar registros sobre o ar. Em 1920, a primeira estação de rádio, KDKA Westinghouse começou as transmissões regulares e o rádio como um meio público estava o seu caminho. As primeiras estações foram AM; FM foi desenvolvido na década de 1940, mas não entrou em uso comum até os anos 1970.

Modulação

Para entender o que se entende por AM e FM, você deve primeiro entender o conceito de "modulação". Modulação refere-se a como as ondas de rádio são padronizadas, a fim de transmitir um sinal significativo. Um exemplo simplificado seria se fosse para modular um feixe de luz, transformando o em on e off. Se você e seu amigo concordaram que flashes curtos significa "tudo está bem" e flashes longos dizer "Por favor, ajude", você pode enviar o seu amigo essas mensagens a partir de um ponto distante. Da mesma forma, as ondas de rádio podem ser modeladas de modo a transportar o som ao longo de distâncias enviados a partir de um transmissor para um receptor (isto é, a partir de uma torre de rádio para um rádio). AM e FM diferem na forma como o sinal é modulado.

Rádio AM

AM significa "modulação de amplitude", o que significa que a amplitude, ou a força total do sinal, é variada em um padrão que cria o sinal e, portanto, os sons que ouve.

A banda de rádio AM é um grupo de frequências em que os sinais de rádio podem ser enviadas e recebidas. Os números vistos no visor do rádio AM são as frequências que variam de 535 a 1.705 kHz (quilohertz) e canais podem ser colocados a cada 10 kHz ao longo da faixa, podem haver 117 canais na banda AM. As estações que estão geograficamente próximas uma da outra não podem transmitir na mesma frequência, senão interferem uma com a outra. Já que AM transmite o som através da alteração da amplitude do sinal, outras fontes de alta amplitude, como quedas de raios e linhas de energia elétrica causam ruído que é misturado com a transmissão.

Rádio FM

Estações de FM podem produzir som de alta fidelidade, que é por que a música soa melhor em FM, ou "modulação de frequência". Tal como as ondas de rádio AM, ondas de FM são moduladas para criar um padrão que transporta a informação de som. Ao contrário de AM, porém, que modula a amplitude, FM modula a frequência. Com FM, a amplitude mantém-se constante, enquanto que a frequência ou espaços entre as ondas de rádio são variados.

A banda de rádio FM varia de 88,1 a 108 MHz (megahertz), estes são os números que você vê no seu monitor FM. Podem existir 200 canais da faixa de FM e todas as estações FM transmitem em frequências ímpares. A Comissão Federal de Comunicações (FCC) reserva os primeiros 20 canais FM para uso não comercial e educacional. Há 16000 AM e FM nos EUA, cuidadosamente espaçadas de modo a não interferir com a outra.

Como uma onda de rádio é emitida

Então, como é que estas amplitude e frequência de ondas de rádio moduladas começam a partir de uma estação de rádio para o seu rádio? De acordo com PBS.org, um sinal de rádio é uma corrente elétrica e, como qualquer corrente, se compõe de elétrons. Quando uma corrente elétrica se desloca através de um fio de metal, os átomos que formam o fio contêm elétrons. Já que mesmo a menor quantidade de energia pode levar esses elétrons para fora de seus átomos, uma grande quantidade de energia pode empurrar todos os elétrons longe dos átomos, levando-os a frente e para trás. Se uma onda de rádio possuir frequência de 100.000 Hz, isso significa que os elétrons estão se movendo para trás e para a frente de 100.000 vezes por segundo. Esse movimento de elétrons faz com que haja um campo eletromagnético em torno do fio. Os elétrons se movem da mesma maneira em uma antena de transmissão de rádio como fazem no fio, para que haja um campo eletromagnético criado em torno da antena. Ao contrário do fio, o qual contém o campo electromagnético, a antena irradiá-lo de modo que viaje em todas as direções com a velocidade da luz. Ele viaja até que é captado por antenas de recepção, como no seu rádio. A antena de recepção obtém o sinal de rádio e o processa em som.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível