on-load-remove-class="default-font">
×
Loading ...

Forjamento quente e forjamento frio

Atualizado em 17 abril, 2017

Forjar refere-se a produzir certas formas a partir de metais. Forjadores são pessoas que forjam metais, criando produtos feitos por um processo que nunca derrete o metal completamente. Selo, prensa, martelo ou compressão; estas são formas para moldar o metal a partir da forma inicial e deixá-lo da forma desejada.

O aço quente permite a recristalização da estrutura interna do metal durante o processo de forjamento (Digital Vision./Digital Vision/Getty Images)

Diferenças de temperatura

O forjamento a frio é diferente da técnica de forjamento quente, que deforma o objeto. Embora as duas técnicas de forjamento precisem de moldes ou outros meios mecânicos para deformar o metal, o forjamento quente requer temperaturas mais altas do que a ambiente.

Loading...

Cristalização

Os métodos de forjamento a frio distorcem o metal através de pressão. O forjamento quente permite que a estrutura interna do metal seja reformada ao mesmo tempo em que o metal é deformado.

Restrições de tamanho

Forjadores usam técnicas a frio para produtos de metal com um peso inferior a 11,36 kg, por exemplo, na confecção de moedas é utilizado a técnica de forjamento frio. Eles colocam um disco de metal com um molde já pesado e selado. Depois os dois são colocados sobre extrema pressão, para transferir a forma para o metal. Forjar metais a frio requer densidade e uma grande pressão e oferece uma ótima solução para produtos com mais de 11,36 kg.

Acabamento do produto

Produtos forjados a frio normalmente requerem menos acabamento do que os forjados a quente. Os detalhes do produto final que foram transferidos durante o processo de forjamento a frio requerem menos trabalho de acabamento para o operador. Técnicas de forjamento quente resultam em produtos que necessitam de trabalhos minuciosos para terminar as suas superfícies metálicas.

Criação do produto

Forjadores usam processos a frio para criar produtos simétricos. As prensas que os forjadores utilização são geralmente circulares e requerem lubrificação durante o processo de deformação do metal. Processos de forjamento quente aquecem o produto para criar um material mais maleável. Técnicas de forjamento quente utilizam o calor para reestruturar a estrutura cristalina dos materiais que sejam mais resistentes.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...