Formas de calcular a CRF

Escrito por carl harper | Traduzido por pablo souza
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Formas de calcular a CRF
A CRF nos humanos pode ser medida com diversos métodos (Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images)

Existem várias maneiras de se identificar a capacidade pulmonar; capacidade pulmonar total, capacidade vital e capacidade inspiratória. Entretanto, outro modo de identificar a capacidade pulmonar é através da capacidade residual funcional. A CRF pode ser medida através de diversos métodos, incluindo a pletismografia do corpo, diluição do hélio e diluição do nitrogênio.

Outras pessoas estão lendo

Definindo CRF

A capacidade residual funcional mede especificamente o volume de ar remanescente nos pulmões após uma expiração normal. É conhecido como uma das capacidades devido a equação: CRF = VR + VRE. Capacidade residual funcional = volume residual + volume de reserva expiratório.

CRF medida através de pletismografia do corpo

Medir a CRF via pletismografia do corpo é medir o volume dos pulmões por troca de pressão. Isso pode ser medido quando um paciente senta em uma caixa hermética e começa a respirar normalmente. Então, algo se fecha na válvula respiratória do paciente causando expansão do volume dos pulmões e descomprimi o ar nos pulmões. O volume na caixa é reduzido devido ao aumento do volume do peito. A CRF é medida por esse método e, adicionalmente, mede outras vias condutoras, como gases abdominais.

CRF medida através de diluição do hélio

O hélio é um gás mais leve do que o ar; é atóxico, insípido, inodoro e incolor. Os pacientes podem respirar um volume de gás hélio por um período de quatro a sete minutos. Para pacientes com DPOC, a concentração de oxigênio na mistura de hélio é de cerca de 30 porcento, então eles se sentem confortáveis durante o teste. De acordo com a Morgan Scientific, "Um absorvedor de dióxido de carbono é alinhado à expiração para manter o nível de CO2 do circuito fechado abaixo de 0.5 porcento e evitar desconforto e hiperventilação".

Após a adição do oxigênio e sete minutos, a CRF é medida através da seguinte equação: CRF = (percentual de hélio inicial - percentual de hélio final) / percentual de hélio final x volume do sistema.

CRF medida através de diluição do nitrogênio

A recuperação do nitrogênio é uma técnica com gás que pode medir o volume dos pulmões. O nitrogênio tem um tempo infinito para atingir uma via aérea, já que ele está presente nos pulmões o tempo todo. Enquanto estiver executando o teste de capacidade de difusão de monóxido de carbono, um paciente exala completamente e, então, inala gás de difusão até estar cheio. Uma vez que isso acontece, o novo nitrogênio do DLCO se mistura imediatamente e se junta ao nitrogênio que estava no volume residual, medindo a CTP.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível