Como funciona um leitor de códigos de barras?

Escrito por chad hunter | Traduzido por fernanda de assis
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como funciona um leitor de códigos de barras?
Existem quatro tipos básicos de leitores de códigos de barras (Comstock/Comstock/Getty Images)

Outras pessoas estão lendo

Tipos de leitores de códigos de barras

Existem quatro tipos básicos de leitores de códigos de barras: esferográfico, leitor de proximidade, manuais semi-automáticos e o leitor fixo. O leitor esferográfico usa um dispositivo do tipo bastão que é passado sobre o código de barras e usa uma fonte de luz para interpretá-lo. O leitor de proximidade é fixo em uma posição e deve ter o código de barras passado por ela para que a fonte de luz possa efetuar a leitura. Os leitores manuais semi-automáticos são dispositivos móveis que não exigem contato com o código de barras ao passar sobre a fonte de luz. O leitor fixo é outro tipo estático de leitor de código de barras onde os itens com o código de barras são passados. Não há a necessidade de um usuário, mas deve ter uma correspondência visual quase perfeita.

Como os leitores de códigos de barras funcionam

Cada barra no código deve ter um tamanho e largura exatos. Alguns possuem uma série de códigos alfanuméricos abaixo ou em volta. O tamanho e a largura representam uma informação específica (ex. número de modelo, tipo, quantidade, localização e preço). O leitor de código de barras é equipado com três componentes básicos: uma fonte de luz infravermelho, um fotodiodo e um link bidirecional com um banco de dados (através de uma conexão física ou sem fios). A fonte de luz infravermelho projeta um feixe de luz. Dependendo do tamanho do leitor e da fonte de luz, o feixe pode ter centímetros ou metros de largura, conforme sua utilização. O feixe de luz atinge as barras do código e grava as fissuras do feixe, que representam larguras e comprimentos. O fotodiodo interpreta esta informação e envia para o banco de dados através do link bidirecional. O link “conversa” com o banco de dados e determina as informações relativas ao objeto. Ele pode solicitar e atualizar as informações (ex. quantidade restante, mudanças de preço, inclusão no registro). A informações solicitadas são enviadas ao leitor de código de barras e registradas no dispositivo, como os leitores manuais, ou os dados são enviados ao dispositivo de vendas (ex. caixa registradora).

Aplicações e usos

Os leitores de códigos de barras estão sendo usados por décadas. Eles e os códigos de barras são considerados 10 vezes mais rápidos do que a digitação humana em um teclado e mais de 10 mil vezes mais precisos. Foram originalmente usados em aplicativos de vendas, especialmente em supermercados. Desde então, os leitores de códigos de barras foram aplicados em inventários e amplamente usados no mundo empresarial. A capacidade de rastrear objetos e suas localizações, quantidades, datas de compra e usuários atribuídos tem sido considerada uma grande ajuda para a manutenção compras.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível