Como funciona uma luminária de plasma?

Escrito por brock cooper | Traduzido por kelly isayama
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como funciona uma luminária de plasma?
Luminária de plasma (plasma ball image by Benjamin Jefferson from Fotolia.com)

Outras pessoas estão lendo

Conceitos básicos sobre luminárias de plasma

Uma luminária de plasma é feita com uma bola de vidro que é preenchida com um gas inerte, como neônio, em alta pressão. Um segundo bulbo de vidro contém o eletrodo metálico que age como a fonte de fios coloridos que emanam de um globo a outro. Extremamente populares nos anos 80, ela tem sido usada como eleito especial em filmes e como uma ferramenta de ensino, para demonstrar a física do plasma.

Eletrodos e campos magnéticos

Uma luminária de plasma é feita com uma grande bola de vidro preenchida com gases inertes como neônio ou xenônio. Dentro do globo principal há uma estrutura que contém o eletrodo. A eletricidade de uma uma tomada comum é amplificada, criando um campo eletromagnético. A voltagem elevada reage com o gás e excita os íons no globo. A energia criada é na forma de um fóton, também conhecido como luz, e cria as fitas coloridas de energia.

Plasma e precauções

Plasma é o quarto estado físico da matéria e é geralmente associado com temperaturas extremas. Ele é criado quando íons num elemento estão livres para se mover independentemente dos outros íos ao redor. As flâmulas do plasma vão do bulbo contendo o eletrodo até o globo externo e seguem a direção do campo magnético. Seu dedo é um condutor. Quando você toca o globo externo, o campo magnético é alterado e a fita é atraída pelo ponto de contato.

Avisos

Enquanto a luminária de plasma pode ser usada para entretenimento, há algumas precauções que devem ser tomadas, ao contrário acidentes podem acontecer. Contato prolongado das flâmulas do plasma com o globo externo, especialmente se elas estiverem concentradas em um lugar, pode levar ao aumento da temperatura do vidro. Ele pode aquecer suficientemente para causar queimaduras. Também é importante que haja ventilação abundante na área de operação. As interações eletrônicas podem formar gás ozônio, podendo ser prejudicial.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível