Os golfinhos são mais inteligentes que humanos?

Escrito por rena sherwood | Traduzido por helllen de lima
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Os golfinhos são mais inteligentes que humanos?
Golfinhos são extremamente adaptados para nadar e mergulhar (Bottlenose dolphin image from Wikimedia Commons)

Comparar a inteligência de espécies diferentes é uma coisa bem difícil. Cada espécie requer habilidades diferentes para sobreviver. Por exemplo, mergulhar e nadar são habilidades essenciais para golfinhos, mas não para todas as pessoas. Os golfinhos são mais inteligentes porque eles possuem uma habilidade que nem todos os humanos possuem? Os biólogos criaram muitos testes para determinar a inteligência de uma determinada espécie. Os golfinhos passam em todos.

Outras pessoas estão lendo

Considerações

Um golfinho não pode representar a espécie inteira (e existem cerca de cinquenta espécies de golfinhos). Assim como humanos, alguns golfinhos são mais inteligentes que outros. Testes para a inteligência de uma espécie são geralmente feitos com muitos indivíduos para determinar uma média.

Identificação

Sinais de inteligência incluem habilidades de comunicação, capacidade de aprendizado, uso de ferramentas e senso de humor. Golfinhos usam diversas combinações de sons e posições corporais para produzir comunicações com outros golfinhos. Eles aprendem os padrões de comportamento para ajudá-los a sobreviver, seja pescando por conta própria ou realizando truques para que alguém dê peixe a eles. Golfinhos usam ferramentas (veja Recursos). Eles também possuem um senso de humor, fazendo pegadinhas com outros golfinhos e assoprando anéis de água.

Os golfinhos são mais inteligentes que humanos?
Golfinhos são brincalhões

Significância

Os humanos inventaram telefones, carros e outras inovações, e levaram astronautas para a Lua. Golfinhos não podem reivindicar estas conquistas, então pelo menos por essa medida de inteligência eles não podem competir com os humanos. No entanto, a natureza os equipou com instintos superiores; golfinhos não precisam de mapas para discernir localização e direção e algumas evidências sugerem que eles podem pressentir o perigo. Eles parecem ter a inteligência para tomar decisões baseadas no que seus instintos revelam.

Tamanho

Cérebros humanos e cérebros de golfinhos são aproximadamente do mesmo tamanho, com os golfinhos tendo um cérebro 25% mais pesado do que o de uma pessoa normal. O tamanho do cérebro é normalmente determinado por uma proporção entre o tamanho do cérebro e o do corpo. Por esta medida, os humanos possuem o maior cérebro. No entanto, humanos possuem cérebros com dois lobos, enquanto os golfinho possuem cérebros com quatro lobos. Ambos cérebros são cheios de dobras, o que indica uma capacidade de armazenamento de memória.

Teorias/Especulação

De certa forma, golfinhos e humanos possuem inteligência quase igual. Ambos conseguem dominar o ambiente ao seu redor para maximizar as chances de sobrevivência. Eles também se comunicam, manipulam objetos para realizar tarefas e possuem uma capacidade avançada de aprendizado. Tanto golfinhos quanto humanos aprendem através de imitação. De acordo com a zoóloga Anuschka de Rohan, em um artigo chamado "Profundos Pensadores" que ela escreveu para o jornal "The Guardian" (3 de Julho de 2003): "Em um aquário de golfinhos, uma pessoa que estava ao lado da janela da piscina notou que um jovem golfinho a estava observando. Quando ela soltava uma baforada de fumaça do cigarro que estava fumando, o golfinho imediatamente nadava até sua mãe, voltava e soltava uma quantidade de leite de sua boca, causando um efeito similar ao da fumaça de seu cigarro. Outro golfinho imitou um mergulhador que fazia a limpeza de uma janela de observação da piscina, copiando até mesmo o som da válvula de demanda de ar do equipamento de mergulho, enquanto liberava bolhas de ar através de seu respirador."

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível