A história da dança latino-americana

Escrito por jessica martinez | Traduzido por nathalia antunes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
A história da dança latino-americana
Tango (mujer de tango a-m_061 image by torugo from Fotolia.com)

A dança latina se tornou popular mundialmente pela sua elegância, dramaticidade e sensualidade. A música latina é brilhante, passional e emotiva e tem uma batida contagiante que convida a todos para a pista de dança, independentemente da habilidade que tenha. Existem alguns grandes dançarinos que são incríveis de assistir, e a dança latina tornou-se uma categoria popular em competições de dança de salão.

Danças como a salsa, o merengue e o tango são uma fusão de expressões culturais e contam uma história de escravidão, de pobreza e de conquista de uma América Latina em evolução.

Outras pessoas estão lendo

Primeiras origens

A história da dança latina não começa em Cuba ou na Espanha, mas sim na Inglaterra do século XVIII. Nos anos 1700, uma dança inglesa informal espalhou-se em toda a Europa. Na França foi chamado de "contredanse", na Espanha "contradanza" e em Portugal "contradança". Os europeus finalmente trouxeram a dança com eles para América Central e do Sul.

Influência espanhola

Como a Espanha controlou a maior parte da América Central e do Sul desde do século XV até boa parte do século XIX, a cultura espanhola teve a maior influência sobre o curso da história da dança latina. A Espanha é responsável pelo seu toque colorido, seus graciosos e dramáticos movimentos de mãos e braços, e seus passos de marchas, que vêm de danças Paso Doble e Flamenco. Musicalmente, a Espanha foi responsável pelo uso da guitarra popular e pelas canções de trovador.

Influência africana

A partir de 1500, colonizadores e conquistadores europeus trouxeram um grande número de escravos para a América do Sul e Central. A maioria destes escravos eram de tribos do Oeste Africano como a Yorubá e a Bantu. Essas tribos utilizavam ritmos percussivos cerimoniais e danças para chamar os vários deuses. Eles trouxeram a religião e também a percussão com eles para o Novo Mundo, e seus ritmos diferentes e deram à música latina suas síncopas contagiantes e inebriantes.

Influência de Cuba e a salsa

Cuba afirma ser pioneiro em danças populares como a salsa, o mambo, o cha cha, a rumba e o bolero. Quando os espanhóis trouxeram a contradanza a Cuba, no século XVIII, a mesma ficou conhecida como danza. A fuga de haitianos para Cuba no início do século XIX trouxe à danza uma influência crioula.

Eventualmente, a danza tornou-se mais livre e mais animada e ficou conhecida como danzon. Na década de 1940, o danzon, misturado com o son cubano e o jazz, deu lugar ao mambo. Salsa, a mais conhecida de todas as danças latinas, é uma derivação do mambo. A salsa recebeu seu nome pelos americanos, quando a dança chegou nos clubes de dança de Nova Iorque nas décadas de 1950 e 1960.

Merengue

O merengue foi criado na República Dominicana e no Haiti. Começou como uma imitação do minueto francês por escravos negros, que assistiam às danças de salão dos seus mestres e incorporaram seus passos em suas próprias celebrações, acrescentando uma batida animada, pulos e saltos.

Tango

O tango foi fortemente influenciado pela contradanza, o flamenco, e danças de escravos argentinos, embora algumas das suas primeiras formas tenham vindo de Cuba. A forma moderna do tango é exclusiva da Argentina e foi descoberta em boates em partes pobres de Buenos Aires.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível