Implicações do modelo de desconto de dividendos

Escrito por eric bank Google | Traduzido por ingrid marçal
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Implicações do modelo de desconto de dividendos
O modelo de desconto de dividendos tenta avaliar o preço de uma ação com base em seus dividendos (Comstock Images/Comstock/Getty Images)

O modelo de desconto de dividendos (MDD) é uma teoria criada para calcular o valor de dívidas a pagar de ações ordinárias. É baseado em uma série de suposições, incluindo taxas de juros futuro e pagamentos de dividendo. Existem algumas variantes desse modelo que dependem do crescimento antecipado de dividendos ao longo do tempo. A fórmula mais simples não prevê nenhum crescimento dos dividendos constante ou esporádicos. Todas as variantes de desconto fluem por um fator adequado da taxa de juros, conhecida como taxa de retorno exigida, que reduz o preço das ações.

Outras pessoas estão lendo

Modelo de não crescimento

Se uma empresa prevê manter o seu dividendo atual em um futuro distante, o preço calculado da ação será igual ao dividendo anual dividido por uma taxa de juros a longo prazo. Por exemplo, uma empresa que paga R$4,40 pode exigir um retorno de 10% de seus investimentos. O preço da ação sob o modelo de não crescimento seria igual a 4,40/0,10 ou seja, R$44,00 por ação. No entanto, é raro que as empresas nunca ajustem seus dividendos de modo que o modelo de não crescimento possui o valor muito limitado.

Modelo de crescimento constante

Essa variante, conhecida como modelo de Gordon, assume que uma empresa terá seus dividendos aumentado a uma taxa constante ao longo do tempo. Para dar conta desse crescimento, o dividendo anual é dividido pela diferença entre a taxa de retorno exigida e a taxa de crescimento anual. Se a empresa de nosso exemplo espera uma taxa de crescimento a 6% o valor das ações seria igual a R$4,40/(0,10-0,06), ou seja, R$110,00 por ação. A implicação de se utilizar esse modelo é que o crescimento da empresa pode ser previsto como uma constante ao longo de um considerável período de tempo. A realidade é, geralmente, muito mais confusa do que a que esse modele implicaria.

Modelo de múltiplos estágios

No esforço para tornar a MDD mais realista, os analistas usam diferentes taxas de crescimento previsto para diferentes períodos de tempo. Por exemplo, o modelo pode ser calculado usando taxas de 6% de crescimento durante quatro anos, seguidos de 4% durante três anos e, finalmente 3%. O problemas com esse modelo feito em várias fases é que isso aumenta o número de taxas de crescimento, multiplicando as hipóteses de erros.

Implicações

A principal implicação da MDD é que é possível verificar se o pagamento de dividendos de uma ação está correto, insuficiente ou muito elevado, comparando seu preço real de mercado com um preço teórico. Infelizmente a capacidade preditiva do modelo é fortemente dependente de pressupostos para o crescimento futuro e para as taxas de juros. Isso faz com que apenas boas previsões produzam os resultados esperados da DDM. À luz disso, muitos analistas usam a DDM apenas para comparar as empresas em um determinado setor, utilizando as previsões gerais para o crescimento da indústria. Outro fator absurdo da DDM: as empresas que não pagam dividendos são inúteis -- isso é uma conclusão absurda

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível