Injeções e exercícios de proloterapia

Escrito por keith allen | Traduzido por fabrício scaramello
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Injeções e exercícios de proloterapia
Dependendo da gravidade da lesão, tratamento cirúrgico é requerido (Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images)

A proloterapia foi projetada para aliviar a dor articular crônica, aumentando o crescimento dos ligamentos. Os ligamentos são os tecidos conjuntivo entre os ossos nas articulações do corpo. Os tendões conectam os músculos aos ossos. Como há pouco fluxo sanguíneo  neste tipo de tecido, ele tem uma capacidade limitada para reparar-se em caso de ferimentos. A proloterapia é uma técnica não cirúrgica para promover a cicatrização e crescimento nos ligamentos e tendões.

Outras pessoas estão lendo

Injeções e exercícios de proloterapia

A proloterapia implica uma injeção de um agente irritante no tendão ou ligamento. O tecido então se inflama. Esse processo de inchaço aumenta o fluxo sanguíneo e promove a cura que não ocorreria se o ligamento ou tendão fossem deixados sozinhos. O tratamento pode ser exigido a cada duas semanas durante várias semanas. Em casos de problemas articulares degenerativos, o curso do tratamento pode durar mais de um ano.

Pacientes submetidos a este tratamento são frequentemente prescritos com um regime de exercícios a seguir. O cuidado deve ser usado para não sobrecarregar o ligamento ou tendão em tratamento. A ideia é fortalecer os tecidos e não machucar de novo.

Alguns médicos aumentam as injeções de proloterapia e exercícios com o tratamento quiroprático. O curso de tratamento em particular deve ser discutido com o médico.

Os pacientes mais indicados para tratar com proloterapia têm rupturas parciais ou tensões nos tendões ou ligamentos. Rasgos completos muitas vezes necessitam de tratamento cirúrgico. Somente um médico pode diagnosticar o grau da lesão e determinar o melhor curso de tratamento.

Algumas das condições específicas que proloterapia é muitas vezes utilizadas são para cotovelo de tenista, osteoartrite, artrite da coluna vertebral e dores nas canelas. Em alguns casos ela é usada para acelerar a cicatrização de feridas em atletas, em outros casos é usada para reduzir a dor e melhorar a qualidade de vida do paciente.

A proloterapia é dolorosa, uma pequena porcentagem de pacientes necessitam de analgésicos no momento da injeção. Os pacientes são convidados a confirmar que o seu plano de saúde oferece cobertura para este tratamento.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível