Quem inventou a primeira máquina de café?

Escrito por michael hinckley | Traduzido por natalia peres
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Quem inventou a primeira máquina de café?
As máquinas de café realizam praticamente todo o trabalho de preparar a bebida (coffe 5 image by Pali A from Fotolia.com)

O café é uma bebida mundialmente popular - e incrivelmente lucrativa - que pode ser preparada de vários modos diferentes. Máquinas de café são o componente base, embora amplamente ignoradas, da obsessão americana por essa bebida. Fazer café é quase tão antigo quanto usá-lo, mas as cafeteiras são invenções bastante recentes.

Outras pessoas estão lendo

História

O café foi descoberto na Etiópia pelos comerciantes árabes. A história diz que um pastor de cabras percebeu que elas agiam de forma estranha depois de comer os frutos de uma determinada planta. Levando essas frutas para um sheik, o pastor e o sheik as examinaram e até as comeram, mas as cuspiram por seu gosto muito amargo. Jogando as frutas ao fogo com desgosto, o eles ficaram agradados com o aroma emanado pelos grãos cozidos. Colocando-os agora cozidos na água quente, o sheik e o pastor supostamente criaram a primeira xícara de café no quinto ou sexto século aC. Desde então, o café tornou-se um marco da cultura árabe e do Oriente Médio.

Calendário

Em 1865, coadores de café surgiram na Europa e na América graças ao inventor James Mason. Os coadores foram baseados no princípio de que a água quente se expande e pode ser direcionada. A água é colocada num reservatório no fundo de um coador, com borras de café em um cesto poroso no topo com um tubo de metal, que se estende quase até ao fundo do reservatório. O coador era então colocado perto do calor, onde a água fervente levantava o tubo, salpicando sobre os grãos e criando o café.

Função

O café foi, por muito tempo, fervido junto com a água, mas deixava restos no copo quando o bebiam. Em resposta a este problema, o inventor francês Louis-Bernanrd Rabaud inventou um filtro baseado em algodão que permitia a passagem de água, mas deixava os restos para trás no filtro. Ele foi também colocado no meio do processo de fabricação de cerveja, formando o precursor de filtros modernos, embora muitos filtros posteriores tivessem sido feitos de papel em vez de algodão.

Tipos

Os filtros de papel foram adicionados aos coadores no século 20, aproximadamente ao mesmo tempo que surgiram os coadores elétricos. A adição de filtros ao coador de café reduziu drasticamente a quantidade de moagens na xícara e os coadores elétricos foram comercializados como modernidades. Westinghouse, General Electric e outros gigantes da indústria lançaram coadores elétricos na década de 1920 e, embora não haja registros de quem realmente os "inventou", cada empresa alegou ter lançado primeiro.

Geografia

Em 1972, a empresa Mr. Coffee havia surgido e mesclava muitos dos avanços tecnológicos anteriores das máquinas de café. Este novo tipo de máquina eliminou uma das falhas que os coadores haviam cometido por muito tempo: a reinfusão do café. Com base nos princípios que funcionaram tão bem para os coadores, máquinas de café automáticas aqueciam a água através de um elemento elétrico, passando-a por um tubo de metal, em uma cesta separada que segurava os grãos em um filtro de papel e em uma garrafa de café que repousava sobre um elemento de aquecimento para manter a bebida quente. Isso impediu que o café infuso contivesse grãos passando e acabou sendo mais saboroso. A Mr. Coffee contou com a ajuda da lenda do beisebol Joe DiMaggio para promover o seu produto na televisão.

Considerações

Expresso, cappuccino e outras bebidas de café são feitas usando processos similares ao coador, ao gotejamento e ao método French Press. Por exemplo, o café expresso que utiliza água quente é pressurizado e passados ​​através de um cesto densamente embalado da borra de café. Este processo cria uma bebida altamente concentrada, mas ainda se baseia na tecnologia básica de uma cafeteira. Máquinas de café expresso foram inventadas pelo inventor italiano Aquiles Gaggia em 1946 com base nas máquinas anteriores, menos eficazes que remontam ao início do século 19. Gaggia usou bombas mecânicas, molas e alavancas para melhorar a pressão e produzir uma xícara de café mais consistente.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível