Jargões que saíram da TV e do cinema e invadiram o nosso vocabulário

Escrito por laís ferenzini
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Jargões que saíram da TV e do cinema e invadiram o nosso vocabulário
Irresistíveis, os jargões surgem muitas vezes com a popularidade de um personagem ou pela notoriedade de um filme (PhotoObjects.net/PhotoObjects.net/Getty Images)

Quem nunca falou um jargão que atire a primeira palavra! Estamos sempre vendo novos bordões surgirem e serem difundidos nas ruas, na internet e depois invadirem o vocabulário do nosso dia a dia. Irresistíveis, eles surgem muitas vezes com a popularidade de um personagem ou pela notoriedade de um filme, novela ou programa de humor. Em uma simples palavra eles acabam resumindo sensações e sentimentos de maneira muito engraçada. Veja neste artigo, alguns dos jargões que saíram da TV e do cinema e que invadiram o nosso vocabulário!

Outras pessoas estão lendo

Tô certo ou tô errado

Umas das obras mais célebres da teledramaturgia brasileira, a novela "Roque Santeiro" tornou famoso o “Tô certo ou tô errado”, expressão usada pelo personagem Sinhozinho Malta, interpretado pelo ator Lima Duarte. O pecuarista demonstrava a sua autoridade falando "Tô certo ou tô errado” e dando a famosa sacudida nas suas pulseiras de ouro. O bordão, acompanhado do cacoete da chacoalhada das pulseiras virou mania nacional em 1985 mas ainda é lembrado pelas pessoas até hoje.

Jargões que saíram da TV e do cinema e invadiram o nosso vocabulário
Sinhozinho Malta demonstrava a sua autoridade repetindo a frase “Tô certo ou tô errado” (Phil Ashley/Photodisc/Getty Images)

Não é brinquedo, não

Quem não se lembra do bordão “Não é brinquedo, não”, que virou febre nacional durante a novela “O Clone” em 2002? Este foi um dos jargões de mais popularidade oriundos de novelas nos últimos anos. A expressão era dita pela personagem da atriz Solange Couto, a dona de bar Dona Jura, toda vez que se irritava com algo. O jargão deu tão certo que virou até música, de mesmo nome, pelas mãos do grupo de pagode Molejo.

Jargões que saíram da TV e do cinema e invadiram o nosso vocabulário
A dona de bar Dona Jura repetia a empressão “Não é brinquedo, não" quando se irritava (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Pede pra sair

O filme Tropa de Elite, exibido em 2007, lançou vários jargões que viraram mania nas ruas e nas redes sociais. Um dos mais famosos foi a expressão "Pede pra sair" que era usada pelo Capitão Nascimento, interpretado pelo ator Wagner Moura, para forçar os participantes do curso de formação do BOPE a desistir. Na famosa cena, através de violência física e psicológica, o capitão Nascimento força o soldado corrupto chamado 01 a sair do curso. Depois de repetir várias vezes "Pede pra sair", finalmente o personagem acaba implorando para ir embora.

Jargões que saíram da TV e do cinema e invadiram o nosso vocabulário
Capitão Nascimento usa a expressão pede pra sair ao forçar o soldado corrupto a desistir do cuirso de formação do BOPE (Jupiterimages/Stockbyte/Getty Images)

Carpe Diem

Esse jargão é tão forte que atravessa gerações. Muita gente assistiu ao filme "A Sociedade dos Poetas Mortos", exibido em 1990, ou pelo menos ouviu falar da obra que popularizou a expressão do poeta Horácio "Carpe Diem", que vem do latim e significa aproveite o dia. No filme, o professor idealista, interpretado pelo ator Robin Williams, lembra aos seus alunos que a vida deve ser aproveitada, sussurrando a frase "Carpe Diem, façam das suas vidas extraordinárias".

Jargões que saíram da TV e do cinema e invadiram o nosso vocabulário
O professor idealista de "A Sociedade dos Poetas Mortos" foi interpretado pela ator Robin Williams (Jason Kempin/Getty Images Entertainment/Getty Images)

Hasta la vista, baby

Quem nunca se despediu de alguém com um "Hasta la vista, baby"? Tão célebre quanto o filme ficou a frase dita pelo ator e ex-governador da Califórnia, Arnold Schwarzenegger, no filme "O Exterminador do Futuro". No longa, o adolescente John, interpretado pelo ator Edward Furlong explica ao robô como se deve falar e agir e ensina a frase ""Hasta la vista, baby". O Exterminador passa a usar esta frase sempre que vai eliminar os seus inimigos.

Jargões que saíram da TV e do cinema e invadiram o nosso vocabulário
Arnold Schwarzenegger tornou famosa a frase "Hasta la vista, baby" no filme "O Exterminador do Futuro" (Astrid Stawiarz/Getty Images Entertainment/Getty Images)

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível